Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




do combate de blogs

por Rodrigo Moita de Deus, em 18.03.12

As coisas mudaram. Muito. Hoje discutimos quanto tempo temos para renegociar os contratos com a EDP. Discutimos em que termos é feita essa renegociação. E já ninguém ousa dizer o contrário. Antes das eleições ninguém sabia que os contratos existiam. E aos poucos que sabiam o governo socialista explicava que eram um "investimento" na política energética do país. 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Nelson Mendes a 18.03.2012 às 12:43

Pensamento de longo-prazo estranho. É interessante ver onde estão agora aqueles que gizaram esses contratos, o interesse público foi esbulhado à grande. 
Sem imagem de perfil

De Algarve a 18.03.2012 às 12:49

Andamos sempre atrasados.Agora era a altura para renegociar os contratos com as empresas exploradoras do petroleo no Algarve,e, dado o impacto que vai ter na região deveria de haver um referendo para que o povo possa dar a sua opinião a favor ou contra os exploradores.Infelizmente o Algarve é precisamente igual a Cabinda,os portugueses veem para aqui explorar tudo o que podem,agora é o petroleo mas nos ultimos 30 anos até hoje utilizaram,por exemplo,GNR e PSP para nos tirar dinheiro como em qualquer outro territorio ocupado em que mandam militares para realizarem um autentico saque á população. 
Sem imagem de perfil

De PT a 18.03.2012 às 23:19

mais tabaquinho nesses charros não fazia mal...
Sem imagem de perfil

De a PT tamém con some? a 19.03.2012 às 01:35

isse destrói neurónios e se o tabaco é chinês arrisca-se à con taminação radioactive
Sem imagem de perfil

De Algarve a 19.03.2012 às 18:10


Pertences aos gajos das petroliferas não é...aproveitam-se da imobilidade politica dos algarvios e como não temos nenhum politico eleito pelo Algarve que nos defenda fazem o que querem e bem lhes apetece.Pode ser que um dia isto mude,as patroliferas passam a ouvir o povo da região que vão explorar e os GNR e PSP.....esses abalam para o Alentejo para continuar a guardar porcos que é o que deveriam ter feito toda a vida,e os nortenhos vão guardar cabras para Bragança,se querem subir na vida façam como eu,trabalhem,roubar os outros é que não pode ser....multas passem-nas ás mães!!
Sem imagem de perfil

De bom bom bom bom discutiram? a 18.03.2012 às 16:45


disseram umas alarvidades...charlaram de intenções dentro das in tensões que marulham hÁ quase um anno

chama-se a isse descutire?
é capaiz agente é ingnorante ó nobre moita 
Sem imagem de perfil

De Zé Povinho a 18.03.2012 às 17:53

Ninguém sabia em concreto o teor dos contratos, como hoje também não se sabe. O que sei é que houve alguma boa gente que, no seu espaço mediático reduzido, iam denunciado estas PPP's. A diferença é que hoje os partidos mainstream lideram o barulho e os seus adeptos começam agora a despertar. Para os adeptos dos partidos alternativos, estes contratos foram sempre a bandeira de protesto contra a "privatização" de recursos e serviços públicos. 
Sem imagem de perfil

De ninguém sabe como estão a ser subsidiade a 19.03.2012 às 01:38

la co-geração da portucel (qual o custe da serradura queimada e quanto se paga para ser queimada...e dantes enterravam-na? queimavam-na pra produzir energia

atiravam-na às ondas? comiam-na?


 
Sem imagem de perfil

De PL a 18.03.2012 às 19:17

Rendas na energia? Isso não era uma coisa da "esquerda não-democrática"?
Sem imagem de perfil

De fuivel ativo a 19.03.2012 às 12:58

Continuamos pouco esclarecidos relativamente à nossa energia, principalmente com o plano nacional de barragens. 


http://fusivelativo.blogspot.pt/2012/03/transparente-como-agua.html

Comentar post