Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mentir no IRS vai passar a dar prisão

por Jacinto Bettencourt, em 20.03.12

Esta proposta do Ministério da Justiça não é má: é péssima. O que é que ganha o país com mais umas centenas de milhares de processos crime que terão resultado nulo? Ou será que o objectivo é prender os falsificadores que incluíram na declaração de impostos duzentos euros a mais em despesas de saúde? Será que alguém acha que isto terá um efeito dissuassor? É esta a solução para o congestionamento dos tribunais e para a judicialização das bagatelas jurídicas? E com que lata um governo liberal que comete aos seus cidadãos múltiplas, complexas e exageradas obrigações declarativas (contrariamente ao do Reino Unido, por exemplo, onde as declarações de IRS são enviadas aos contribuintes já pré-preenchidas), tem ainda o descaramento de os responsabilizar criminalmente pelas desconformidades existentes nessas declarações? Será que uma simples coima ou a perda automática de (parte ou a totalidade de) benefícios fiscais não resolviam o problema? Afinal, quem é que anda a pensar nisto e porque é que esta proposta vem do Ministério da Justiça?


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Modelo3 a 20.03.2012 às 15:31

Olá, no Reino Unido as declarações não vêm pré-preenchidas. O sistema é tão simples que a maioria dos contribuintes nem tem de as entregar, ver PAYE.


Sobre esta proposta, é vergonhosa. Se alguém se esquecer de apresentar uma despesa ou se houver alguma confusão na declaração, também vai preso?  Estas questões em http://blog.modelo3.pt/mentir-no-irs-da-prisao 

Comentar post