Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




urge a observação do observatório

por Rodrigo Moita de Deus, em 27.03.12

Descobri que existe um Observatório das Actividades Culturais. Gente que observa cientificamente as actividades culturais. Não produz cultura. Observa cultura. Desde 1998. O estado financia cultura e depois financia a observação da cultura financiada. E só custa umas centenas de milhares de euros por ano.  


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De João Oliveira a 27.03.2012 às 09:44

Descobriste com O, Rodrigo. Com O!
Imagem de perfil

De Rodrigo Moita de Deus a 27.03.2012 às 13:47

descubri que a minha descuberta estava sem cubertura. emendei. thanks
Sem imagem de perfil

De Zé Povinho a 27.03.2012 às 10:45

Escrevo este comentário aqui porque nos posts onde queria escrever, estes, estão fechados ao contra-argumentar. Já não é a primeira vez que tento comentar um post neste blog e reparo que autor "fecha-se". Não sei qual é o sentido de escrever num blog (no advento da Web 2.0) e não permitir a inserção de comentários (eu até tenho uma pista sobre a razão). De qualquer modo, fica aqui o comentário dirigido a outro post:
Estas imagens do Expresso apenas apresentam uma parte (que depois é convenientemente manipulada e utilizada) do que aconteceu ali. De facto, primeiro houve uma carga policial, depois a agressão da jornalista, depois a destruição da esplanada (já anteriormente destruída pela primeira carga policial), depois outra carga policial. Deixo aqui três vídeos complementares: o primeiro, anterior à destruição da esplanada, o segundo mostra claramente que a esplanada foi destruída pela primeira carga policial e por fim uma compilação de imagens do que aconteceu. De facto, acho um pouco triste que se tente justificar o que é claramente injustificável. Porventura, saudades de outros tempos áureos de cacetada. Bons esclarecimentos: (1) http://youtu.be/af9CfTVcC4g (http://youtu.be/af9CfTVcC4g) (2) http://youtu.be/2BxElcHOkxk (http://youtu.be/2BxElcHOkxk) e (3) http://youtu.be/4C18lCxv0EE (http://youtu.be/4C18lCxv0EE) .
A ler e a absorver: http://portugaluncut.blogspot.pt/2012/03/no-chiado-ordem-dos-factores-nao-foi.html
 
Sem imagem de perfil

De Nelson Mendes a 27.03.2012 às 13:18

Uma pergunta ao Zé Povinho há alguma declaração de interesses a fazer? 
Isto de se ser anónimo devem ser só vantagens...
Sem imagem de perfil

De fuivel ativo a 27.03.2012 às 10:47

Ao menos pagam bilhetes?
Sem imagem de perfil

De oube lá a 27.03.2012 às 12:13

O que tu vais descobrir não sei...o q sei é q vais engolir mta bucha para ficares calado ;)
Sem imagem de perfil

De Valeria a 27.03.2012 às 12:27

«Escrevo este comentário aqui porque nos posts onde queria escrever, estes, estão fechados ao contra-argumentar. Já não é a primeira vez que tento comentar um post neste blog e reparo que autor "fecha-se". Não sei qual é o sentido de escrever num blog (no advento da Web 2.0) e não permitir a inserção de comentários (eu até tenho uma pista sobre a razão). De qualquer modo, fica aqui o comentário dirigido a outro post: »
 
Eu também já reparei que há autores completamente autistas.
A solução é nem sequer ler os posts.
Por uma questão da mais simples lógica.
Se o autor, num blogue aberto ao público, não quer conhecer a opinião do dito, é normal que o público, ou pelo menos a fracção muito pequena de público que eu represento, não esteja propriamente interessada na opinião desses autores.
 
Valeria
 
Sem imagem de perfil

De Nelson Mendes a 27.03.2012 às 13:15

E que tal comentadores identificados? 
Para se exigir deve-se assumir a responsabilidade. O anonimato é equivalente ao autismo, especialmente quando se anda a fazer contra-opinião...
Sem imagem de perfil

De Valeria a 27.03.2012 às 17:46

Confesso que não percebo muito destas coisas: assim, sff, elucide-me:
O que está a querer dizer é que os tais posts estão (i) abertos ao comentário dos identificados ou têm um blog, como o senhor, e vedados aos não identificados?
Ou (ii) estão vedados a todos?
É que não percebi mesmo.
No caso (i), até posso perceber (mas, então, talvez ponderar escrever apenas num desses blogues por convite, porque este tem todo o ar de ser público, não....?). No caso (ii) , continuo sem perceber.

Obrigada

Valeria

 
Sem imagem de perfil

De Nelson Mendes a 27.03.2012 às 13:14

Epá há espectadores profissionais:) Será que posso concorrer para o concurso público ou é um cargo de nomeação politica?
Sem imagem de perfil

De Bora lá descubrir ! a 27.03.2012 às 15:12


Descubriu ? E todo o oceano de observatórios e repositórios do dinheiro emprestadado que ainda estão por descobrir ? Uma autêntica nova gesta de descubrimentos será necessária para navegar por esses mares turbulentos e nunca dantes navegados ? Que tal criar um observatório para as descubertas de observatórios ?
Sem imagem de perfil

De pedro a 27.03.2012 às 15:16

pois , concordo consigo . Pode reenviar lá para o conselho de ministros para ver se o governo acelera a extinção das inutilidades! Mas se o mandarem silenciar depois não diga que a gente não avisou!
Sem imagem de perfil

De Fean Rolo a 27.03.2012 às 23:13

há quem acredite que assim se cria empregos... :-)
Sem imagem de perfil

De Joao a 28.03.2012 às 13:25

olá 1 que tudo as tuas informações estão incorrectas eles produzem e bastante basta veres todas as informações que estão disponíveis como se costuma dizer faz um google it ou então vai ao site deles http://www.oac.pt/menuobservatorio.htm há e já agora tens aqui o historial do 1 e do 2 presidente dessa mesma instituição sem fins lucrativos http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Lu%C3%ADs_Garcia e http://www.ics.ul.pt/instituto/?ln=p&pid=74&mm=2&ctmid=3&mnid=1&doc=31809901190 abraço

Comentar post