Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Demagogia verde dos socialistas lisboetas

por Manuel Castelo-Branco, em 28.03.12

 

O cidadão que se lixe. Se quiser, troque o seu Fiat Uno por um Mercedes ou BMW da última geração.


comentários

Sem imagem de perfil

De Manuel Nina a 28.03.2012 às 23:41

Esta campanha é uma aberração. Claramente estes senhores, que devem (se o fizeram) ter tirado o curso de engenharia no mesmo local e com os mesmos horários que o nosso ex-Primeiro, não conseguem notóriamente distinguir "Poluição" de "gases com efeito de estufa".
Lá porque um veículo emite menos CO2, não é menos poluente, é sim mais eficiente do ponto de vista da combustão.

A diferença, que eu louvo na iniciativa da CML, prende-se com as normas Euro que os veículos cumprem. A existência de catalisadores e filtros de partículas nos modelos mais recentes (actualmente 5 níveis de normas Euro, a caminho da 6ª), é que estabelecem as emissões de SOx, NOx e PM (e outras, que não interessam nada para o assunto).


Alguém devia explicar que são principalmente as Partículas Materiais (PM) que sujam as fachadas (e os alvéolos dos nossos pulmões), e não o CO2.


Pura demagogia.


Manuel Nina
Eng. Mecânico
IST
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.03.2012 às 23:57

E eu que não sou de intrigas, aconselho a consulta das normas europeias para limites de emissões.


Tomando como exemplo o fiat Uno e o Hummer, dizem as normas que o Hummer tem de emitir menos de 0,025 g/km de Particulas Materiais (Euro 4), sendo que o Fiat não tem restrições às mesmas, dado que os veículos anteriores a 1992 não precisam de catalisadores (e mesmo o limite de 1992 é 600% superior ao norma que abrange o Hummer)


Se o dito Hummer fosse posterior a Setembro de 2009 (Euro 5), a comparação fica com o Fiat a poder emitir 1200% mais particulas. 


Para uma consulta mais abrangente das implicações dos poluentes na saúde publica, ver séries de estudos europeus ExternE, feitos ao longo de várias décadas, e que demonstram o perigo das PMs (gasóleo) e NOx (gasolina), entre outros compostos, para os seres vivos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.03.2012 às 00:38

Comentário apagado.
Sem imagem de perfil

De há partículas imateriais nos escapes? a 29.03.2012 às 01:02

quero dois quilos delas se faz favor...
Sem imagem de perfil

De Manuel Nina a 29.03.2012 às 01:06

As minhas desculpas, queria referir-me a "Particulate Matter", e fiz uma tradução de algibeira (corrigido: Partículas/Material Particulado).


Deve ter sido do susto de descobrir que o CO2 é um "poluente"...
Sem imagem de perfil

De atã nã é...tudo é poluente... a 29.03.2012 às 02:21

oxigénio em vénus é poluente...

de resto na terra há uns milhares de milhões de anos...também

Por acaso nã és um alentjano que moravas ao pé de uma panificadora?

há muitos manéis nina...

nano-particulações da bida...IST biba o profe José Pinto
o demagougo do IST e alhures...já deve tar arreformado presumo...
Sem imagem de perfil

De Manel Nina Manel Nita Manel Nota a 29.03.2012 às 02:38

os alemtejanos têm nomes muy singulares

e desembocam em lixboa há séculos san como os galegos

moitas e moitas deles...

curiosamente todos os três moravam ao pé de padarias...


havia muytA panificação naqueles tempos...
também achovia mais

tal deve-sse a essas partículas que sã ótimos núcleos de con densação
esses e areias que importamos por via aérea do sahara...
só falta arranjar nuvens

logo polui a são é algo muy sub jé activo tóxico
Sem imagem de perfil

De mesmo os politecos fazem melhor cu IST a 29.03.2012 às 01:12


Complex materials and Particulate Flows (2)

Milieux divisés & écoulements de particules

Maxime Nicolas

Départment Mécanique et Energétique

Polytech Marseille

DME-CINC
Sem imagem de perfil

De ó filho os óxidos de azotum a 29.03.2012 às 23:10


resultam da combustão de qualquer combustível
fóssil ou não N2 na atosfera combina-se com o O2

etceteraImageN2O NO NO3 nnnnnnn
Sem imagem de perfil

De Manel Nina Castel-branco...sei nã é a 30.03.2012 às 00:06


pré-teen sioso

ou só ansioso de ansião...
Sem imagem de perfil

De ó seu castel ...o CO2 nã tá em causa a 28.03.2012 às 23:44


os catalisadores e los filtros diminuem as emissões de material resultante de combustões incompletas

aquilo que sai...da traseira dos autocarros da carris...

o CO2 é muy pouco poluente numa cidade

já o NO2 e restante
Sem imagem de perfil

De Pedro Alves a 28.03.2012 às 23:46

Boas,


Sem querer concordar ou discordar da medida, porque não conheço as fundamentações da mesma, parece-me que esta medida prende-se mais com outro tipo de poluição que não as emissões de dióxido de carbono (CO2). Julgo tratar-se de um ataque a outro tipo de poluentes, mais nocivos que o CO2, em ambiente urbano, como por exemplo: as partículas (hidrocarbonetos não queimados que potenciam o cancro), monóxido de carbono (CO, que destrói a capacidade de transportar oxigénio no sangue), ruído (stress, cansaço), óxidos de enxofre (NOx, chuvas acidas e "smog"). Por isso, classificar o nível de poluição dum veiculo apenas através das emissões de CO2 é muito relativo.


Cumprimentos,
Pedro
Sem imagem de perfil

De Duarte Andrade a 29.03.2012 às 00:00

Compreendo a ideia, mas acaba por cair na mesma (i)logica do ISV, ou seja, assume que a unica coisa quantificavel que sai de um tudo de escape, é CO2. É um facto que o CO2 tem contribuição importante para o efeito estufa, no entanto, não é ...o CO2 que reduz a qualidade do ar numa cidade. Para a redução da qualidade do ar contam as emissões de particulas (essencialmente atribuida a veiculos a gasoleo), hidrocarbonetos, oxidos de azoto, monoxido de carbono, entre outros. É seguro que as emissões de um mercedes classe S actualmente à venda, são mais "limpas" que as de um fiat uno de 1989 (sem catalizador, sem injecção electronica, e provavelmente num debil estado de afinação), por mais dispares que sejam as emissões de CO2. E quem tiver que trocar um Fiat uno, evidentemente que não precisa de compar um BMW, pode perfeitamente comprar um fiat panda... nem tão pouco precisa de comprar um carro novo... na verdade, nem precisa de comprar carro, basta usar o transporte publico. Posso não ser integralmente favoravel à medida, mas não me parece que esta traga um grande mal ao mundo
Sem imagem de perfil

De LB a 29.03.2012 às 00:05

É o que dá, dar trela a quem não percebe daquilo que está a fazer. O problema da Av. da Liberdade (provavelmente o autor do post e os leitores saberão que é uma das artérias mais poluidas da Europa) não está ligado ao CO2, mas aos Óxidos de Enxofre, de Azoto e às partículas, como referido por alguns comentadores! E foi isso que se procurou resolver com a medida tomada. Demagogia é o que está na imagem apresentada...
Sem imagem de perfil

De V5 a 29.03.2012 às 00:07

Se estão com tamanha preocupação com o ambiente porquê que continuam a circular comboios nas linhas portuguesas a circular com uma duzia de ocupantes  a deitar  kilos de dioxido de carbono por kilometro e a gastar centenas de euros,no minimo,por kilometro que é a minha principal preocupação já que o subsidio de ferias já era e o de natal tambem e só volta quando estes gajos e outros pensarem que o dinheiro não é para arder e que as empresas do estado não são nem casinos nem casas de put.s?
Sem imagem de perfil

De V6...EVOLUI men... a 29.03.2012 às 00:40


V(em-te com o CO2) qué melhor que sem narcose....
Sem imagem de perfil

De Ora Porra a 29.03.2012 às 04:53

Nem é preciso ser Engº lá do Técnico, para perceber que o centro da cidade deixou de ser para os pindéricos que moram nas barracas....
Agora, só para tios e tias....
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.03.2012 às 09:19

Desculpe lá, mas o meu primeiro carro era um Fiat Tipo de 1992 (que me custou 900€), e embora fosse um grande chasso, cumpria a Euro 1, logo, poderia circular livremente!
Sem imagem de perfil

De 900 eurros em 1992? a 29.03.2012 às 23:11


pôrra pá és mesmo avançê...
Sem imagem de perfil

De pindéricos moram em Chelas a 30.03.2012 às 00:08

os romenos nas barracas geralmente têm quilos de ouro...são pindéricos não

e têm notas de 100 dólares e maços de 500 aeurrios

moram nas barracas porque sunt de con's trucção rápida
Sem imagem de perfil

De Pedro Gomes a 29.03.2012 às 10:35

Caro Manuel Catelo Branco, você confunde alhos com bugalhos. Como é que o CO2 é para aqui chamado, se nem sequer é um poluente com impacte directo na saúde humana? O problema em Lisboa (tal como nas restantes capitais europeias) são as partículas inaláveis PM10 e os óxidos de azoto (NOx). Informe-se antes de escrever disparates :)


http://lowemissionzones.eu (http://lowemissionzones.eu/)
Sem imagem de perfil

De Manuel Nina a 29.03.2012 às 11:23

Para não falar nas PM2.5, mas isso são outras touradas :)




PM, NOx, VOC and CO, which are the most important pollutants emitted by ICEVs or combustion power plants, and their effect on human health (CITEAIR, 2007):


Particulate matter (PM10/2.5): PM10 particles (the fraction of particulates in air of very small size (<10 µm)) and PM2.5 particles (<2.5 µm) are of major current concern, as they are small enough to penetrate deep into the lungs and so potentially pose significant health risks. The principal source of airborne PM10 and PM2.5 matter in European cities is road traffic emissions, particularly from diesel vehicles. The limit values are often exceeded in European cities.


Nitrogen oxides (NOx): NO2 causes detrimental effects to the bronchial system.  NO2 concentrations frequently approach, and sometimes exceed, air quality standards in many European cities. NOx is emitted when fuel is being 
burned (e.g. in transport).
Sem imagem de perfil

De 1º se sã menores de 10 micrómetros a 30.03.2012 às 19:15


incluem-se as de 2,5 micrómetros

só as nanopartículas aspiradas penetram nas membranas celulares com facilidade

2,5 micrómetros é enorme...uma carrada de nanómetros

o CO é apenas uma parte ínfima dos compostos de carbono da exaustão...logo mede-se em gramas de co2

que inclui um volume importante de carbono resultante de combustões incompletas

iste os engenhêros mecânicos de hoy

sã motores de 4 tempos com os pistons encalhados
Sem imagem de perfil

De nuno granja a 29.03.2012 às 13:30

Do autor do cartaz

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=416638365018873&set=a.416638305018879.117001.100000181399457&type=1&theater
Sem imagem de perfil

De nuno granja a 29.03.2012 às 13:43

Do autor do cartaz.


Nota sobre o CO2 ser bom ou mau, importante ou pouco importante;


O estado português taxa os carros penalizando aqueles que tem niveis de emissões mais altas.
 
Essa taxa é definida pelo CO2 emitido.
A bitola nacional para categorizar as emissões poluentes de um automóvel é o nivel de CO2.
A normas europeias para os fabrico de carros novos alinham pela mesma bitola, sendo o nivel de C0, que define se as emissões de cada modelo estão ou não dentro da norma.


Claro que poderão existir muitas outras opiniões.
Sem imagem de perfil

De Pedro Gomes a 29.03.2012 às 13:50


"A bitola nacional para categorizar as emissões poluentes de um automóvel é o nivel de CO2.
A normas europeias para os fabrico de carros novos alinham pela mesma bitola, sendo o nivel de C0"

Caro nuno granja, informe-se antes de dizer disparates, por favor.

http://en.wikipedia.org/wiki/European_emission_standards (http://en.wikipedia.org/wiki/European_emission_standards) 
Sem imagem de perfil

De Pedro Gomes a 29.03.2012 às 13:58

Se há coisa que se pode apontar a esta medida, é não ter sido, no meu entender, suficientemente ambiciosa logo desde o início. Em Lisboa limita-se o acesso a veículos pré-EURO. La fora ninguém sequer pensa nisso, o limite mínimo são os veículos EURO 3 (ou seja construídos após 2000). Mas pronto, concedo que foi necessário começar com passos pequenos em vez de ter demasiada ambição, que depois não passa do papel :)
Sem imagem de perfil

De nuno granja a 29.03.2012 às 14:08

MAntenho qie que disse.


O estado porrtuguês taxa um automovel segundo o nivel de emissões poluentes e define esse nivel pelo CO2.


(não li na wikipedia...)
As normas antipoluição obrigam os fabricantes de automoveis a produzir veiculos que tenham emissões abaixo de um certo nivel de CO2, que será cada vez mais baixo, o que já esta a criar problemas ao fabricantes de carros mais poluentes, por exemplo à Porsche. No último artigo que li sobre esse assunto (não foi na wikipedia) só as versões menos potentes dos Boxster estava próximas dos novos limites de CO2 definidos pela CE.
Sem imagem de perfil

De Valeria a 29.03.2012 às 18:08

Será talvez por isso que têm que mudar de bitola ?
Não sei, digo eu que sou de humanidades e tenho um carro que nem anda de podre que é...

V

 

Comentar post


Pág. 1/2