Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Do pais e da Europa

por Rodrigo Moita de Deus, em 17.04.12
Esta coisa das galinhas diz imenso sobre a Europa. E diz ainda mais sobre Portugal. Com a crise económica continuamos a aprovar legislação que faz disparar os custos de produção. Continuamos a pensar mais na qualidade de vida das galinhas que na qualidade de vida de quem tem de as comer. E sobre Portugal. Ao que consta tivemos 12 anos para fazer as alterações. Deixamos para a ultima. E na ultima deixou de haver dinheiro.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Imagem de perfil

De Tiago Barros Rolo a 17.04.2012 às 23:31


Haaaaaaaaaaaaaaaaa, a crise veio por ao de cima toda a insanidade que andava escondida. Quando havia abundancia andava uma nação a fingir que era louca, sem preceitos ou preconceitos. Agora na escassez é que são normais. Caros concidadãos, a par de melhoria das condições de vida para as galinhas, venho por este meio solicitar um baixo assinado, para que a união Europeia faça sair uma Diretriz a exigir/repor a normalidade da loucura.

Situações reais, case study como prova das supra mencionadas alegações:


Local: trabalho
- Um funcionário antes da crise, que se mostrava reivindicativo, honesto, sincero, com espirito de equipa ...... depois da crise tem como resposta em jeito de gira o disco e toca o mesmo e só com duas musicas, “agradeço ter trabalho” e “faço o que me pedirem mesmo que vá contra tudo que acredite e defenda, porque agradeço ter trabalho”.


Local: Espaços Públicos
- A frase viral desta normalidade anormal que tem atingido os cidadãos é “temos que aceitar”. A crise tem-se mostrado muito viral, cujos sintomas descritos na frase anterior, sofreram uma mutação gravíssima “temos que aceitar e gostamos”.


Local: Assembleia da Republica
- Não temos ainda todos os indicadores, e neste momento estamos a recolher amostras uma vez que a loucura ainda persiste, tendo o vírus da normalidade pouca expressão nesta amostra.
Sem imagem de perfil

De a anormalidade é a norma a 18.04.2012 às 14:02


Rolo tá louco de levar rolo

trabalho?
- Um funcionário (aparentemente trabalha...)antes da crise, que se mostrava rei vindicativo (monárquico), honesto (apolítico e pobre), sincero (as mentiras do costume), com espirito de equipa (faz as coisas por mim que um dia as farei por titi...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds