Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Deixem cá ver se eu entendi os comentários

por Jacinto Bettencourt, em 21.05.12

Pressões e blackout de um governo a jornalistas do Expresso são aceitáveis, quando o governo é socialista. Demissões provocadas num jornal da noite da TVI são detalhes, se esse jornal aborrece um governo socialista. O princípio da presunção da inocência serve a um José Sócrates, cujo rasto de confusões, investigações criminais e processos judiciais constitui certamente um record internacional. Nada disto faz doutrina, porém, quando sucede algo apenas vagamente semelhante, insinuado mas não provado, que envolva Miguel Relvas.

 

É isto, não é? 

 

Se Miguel Relvas fosse sério, teria feito as coisas de acordo com o protocolo socialista: concedia uma entrevista presencial e roubava o gravador. E nunca, jamais, pediria desculpa.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Pedro a 21.05.2012 às 10:03

Como as coisas mudam... com que então, a "presunção de inocência"... então agora só dizem alguma coisa se houver sentença com trânsito em julgado, é? Muito bem, muito bem. Tinhamos a guarda pretoriana do Socrates, e agora temos a guarda pretoriana do Passos e companhia.
Sem imagem de perfil

De p D s a 21.05.2012 às 10:08

Portanto, Jacinto, segundo a sua ideologia, este governo tem carta aberta para fazer tudo mal feito ...conforme fez o anterior!

Enquanto for igual tá-se bem...só a problema quando fizer pior! É isso não é ?

Pois olhe fique sabendo que este Governo foi eleito, não para fezer igual, mas para fazer melhor.

Este Governo foi eleito porque se dizia Diferente.

Porque lá está, para fazer a mema Mer.a, nem teria sido necessário mudar.
Sem imagem de perfil

De Arauto contra a "asfixia democrática" a 21.05.2012 às 13:43

Sim, é isso. Bora organizar uma manifestação a favor da liberdade de imprensa?
Imagem de perfil

De Gustavo a 21.05.2012 às 14:34

O argumento é duplamente válido. Todos os visados são igualmente maus
Sem imagem de perfil

De Rui Falcao a 21.05.2012 às 17:23

Se apos menos de 1 ano estamos a comparar o Miguel Relvas ao José Sócrates estamos a confirmar que efectivamente sao todos podres.
Sem imagem de perfil

De Joao Champalimaud a 21.05.2012 às 14:38

Se o ministro tivesse vergonha ja se tinha demitido... So esta a queimar o Passos Coelho... Cada vez mais acredito que o Pedro Passos coelho não volta a ser eleito para um segundo mandato... È mais do mesmo e estão a dar cobertura a estes maçons...
Sem imagem de perfil

De Xarope d'Alho a 21.05.2012 às 15:20

Ontem era livre e independente
Hoje são oposição
Vá-se lá entender esta gente
Sem imagem de perfil

De p D s a 21.05.2012 às 15:33

Jacinto,

os erros e crimes do passado, nunca servem para justificar os erros e crimes do Presente.

Ou seja, este governo foi eleito por se dizer DIFERENTE.

Se o deputado Ricardo, roubou um gravador, vamos agora defender que todos os deputados roubem gravadores ???

Nada do que se passou nos anteriores governos, dá o direito ao abuso e prepotencia de Miguel Relvas.

Alem de que tenho a certeza absoluta que a maioria dos eleitores que votaram PSD, não subscreve os comportamentos do governo anterior, pelo que consequentemente não aceitará estas formas de estar na Politica.

Se tivesse sido o Rei a faze-lo, poderiamos não gostar, mas seria uma monarquia, e como plebeus restar-nos-ia aceitar. Mas como estamos numa DEMOCRACIA, por muito que se tente, é completamente sem sentido desculpabilizar Miguel Relvas com os governos anteriores.

Mais: segunindo esse raciocinio, e tendo já existido Inquisição e Gulags e Campos de Concentração, basicamente tudo seria aceitavel. E esta a sua teoria ?
Imagem de perfil

De Jose Manuel Barroso a 22.05.2012 às 00:23

Bem observado, bem observado, meu caro Jacinto. É como na história do Orwell: há uns que são mais iguais que os outros, numa imprensa dominada pelas ideologias de esquerda.
Sem imagem de perfil

De Flic Flac a 22.05.2012 às 01:36

Vão aos Açores e talvez percebam as razões porque no continente só se lembram do João Jardim e aquela malta entre gravadores e microfones faz o que bem lhe apetece. É o socialismo real.
Sem imagem de perfil

De DOCINHO a 22.05.2012 às 22:04

Tudo isto vai terminar num lamentável mal entendido.

Eventualmente, num hiato de comunicação causado pela tensão das situações em confronto...

Salvar a face (e o resto) - é preciso..

Comentar post