Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




não é preciso ser o vítor gaspar nem o álvaro...

por Alexandre Borges, em 25.05.12

 

...para pôr em prática medidas de crescimento económico.

Uma proposta simples, com a assinatura da Assoft.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De ME a 25.05.2012 às 15:38

A maior parte do software desenvolvido por empresas portuguesas temo com destinatárias as PME, são na maioria soluções enterprise, controladas fortemente pela ASAE. Trabalho no ramo de informática e todos os anos temos inspecção para verificar licenças de software que utilizámos, como nós muitos outros são inspeccionados, daí que todo este discurso por parte da ASSOFT faz pouco o nenhum sentido.
Os particulares têm vindo a comprar menos DESKTOPS e NOTEBOOKS, portanto obviamente o nº de licenças de software diminuem, cada equipamento possui uma licença OEM. O mercado em crescimento actualmente é de equipamentos como tablets e smartphones, sendo que a maioria vem com Android, software propriedade da google mas que possui um nº ilimitado de aplicações gratuitas.

Comentar post