Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A quem possa interessar II

por Francisco Mendes da Silva, em 03.05.07

Quase no final do debate, Sarkozy resume a repisada "crise moral" da França contra a verborreia oca do costume e os habituais lugares-comuns dos mais tremendistas: "la crise morale c'est la crise du travail". Nem mais. Não há crise moral. Há, em França e por toda a Europa, a crise do emprego. Ninguém se sente digno se não conseguir, pelo seu trabalho e talentos, prover ao seu sustento e ao reconhecimento do seu mérito. E não há qualquer retórica grandiloquente dos valores, não há ética republicana, piedade cristã ou defesa da família que resista à indignidade da penúria. 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.05.2007 às 04:30

visto da esquerda ou da direita, parece-me que quanto a isso não restam duvidas. bom post

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds