Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Pobreza evangélica

por Nuno Pombo, em 08.06.12

Se a paciência dos portugueses deve ter limites, a dos católicos também.

Remeter para um quadro de heterodoxia os costumeiros dislates do purpurado Januário é um exagero taxonómico. Se a pobreza de espírito leva ao Céu, o dito tem já assegurado o seu cantinho. Mas custa ver, para não fugir do registo evangélico, que em tempos de necessária poupança, Sua Exa. Reverendíssima se mostre de tamanha prodigalidade nas manifestações da sua indigência.

Mais arrepiante do que as próprias inanidades de D. Januário é a decadência das Forças Armadas. Quem tolera, como seu, um bispo destes, é porque o merece!