Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




importante é que exista um problema

por Rodrigo Moita de Deus, em 03.07.12

- O ministro não tirou o curso. Escandalo!

- Afinal o ministro tirou o curso. Escandalo!


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Imagem de perfil

De broncasdocamilo a 03.07.2012 às 23:48

EU SABIA QUE O sócrates... ESTAVA "CERTO"!!!
Sem imagem de perfil

De Miguel a 03.07.2012 às 23:49

Problema? Nós tugas temos uma imaginação fértil , onde já se viu criticar um vigarista só porque é do PSD (podia ser de outro qualquer), meteu-se com a comunicação social queimou-se e mostrou a razão pela qual não tirou o curso, é burro !!! Perdão, burro sou eu que votei neles...
Sem imagem de perfil

De andresilva a 03.07.2012 às 23:53


Socrates, relvas... tudo gente rasca, e rasca é também que apoia gente rasca. Este regime, afinal fica-vos bem!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.07.2012 às 17:23

Meter o Sócas aqui é começar o insulto.
Sem imagem de perfil

De Rodrigo a 04.07.2012 às 00:27

E agora, uma graçola de oportunidade:

Então, esperavam que o nosso rapaz batesse no "Mestre"?

Então e a clientela da NextPower Media?

O negócio deles ia por água abaixo! Olhem que o Relvas, morde!

Tudo o que envolver "irmãos" do avental, tem que ser desvalorizado e alvo de umas graçolas para amenizar a "coisa", que nós, os leitores, não passamos de uns pobres bovinos, perante a lógica do Rodriguinho :)

Ailás, a Maçonaria não existe pois não, Rodrigo?
Sem imagem de perfil

De Pois a 04.07.2012 às 12:38

Para mim o mais grave é o curso ter sido na lusófona
Não se arranjava uma universidade inglesa, daquelas que vende cursos online?
ehehehe
Já não há vergonha.
Sem imagem de perfil

De silva a 04.07.2012 às 19:00

A justiça e a injustiça, dois pesos e duas medidas
O Ministério Público está a investigar 57 casos de fraude no sector da saúde, disse ao Diário Económico fonte oficial da Procuradoria Geral da República (PGR).
As investigações, que estão a cargo de Cândida Almeida, directora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), que coordena a a criminalidade complexa e organizada, relacionam-se com crimes que lesam o Serviço Nacional de Saúde.
Em causa estarão casos de burla qualificada, corrupção, abuso de poder e outros delitos económicos.
Acho muito bem que se investigue, mas no caso do despedimento coletivo de 112 trabalhadores do Casino Estoril, com milhões de lucro, e substituindo efetivos por precários, o estado nada faz, assistindo – se á destruição de tanta gente, por falta de cumprimento de justiça escrita na constituição da repubilca.
Veja – se o caso “ Remédio Santo “ até já estão a ser ouvidos nos tribunais, mas o caso do despedimento coletivo do Casino Estoril, não já passa mais de 27 meses e o estado não age, mas quando lhe interessa e os amigos não estão metidos, aí sim é de investigar e prejudicar tudo e todos, dois pesos e duas medidas.
Afinal para que serve a constituição da república é só para quem está dentro do estado e governos, ignorando os direitos que todos temos, deixando que gente sem escrúpulos, destrua a vida de tanta gente, como é o caso da ilegalidade do despedimento coletivo do Casino Estoril.
Sem imagem de perfil

De PATINZINHOS a 04.07.2012 às 22:24

Jà lá estão!

Rola rola cabacinha
Rola rola, cabação...
Sem imagem de perfil

De Zé da Tasca a 04.07.2012 às 22:48

O ministro não tirou o curso!
Ao ministro Não devia ter sido passada nenhuma licenciatura!
E o ministro sabe QUE NÃO TIROU CURSO NENHUM, porra é assim tão difícil ser HONESTO.

Comentar post


Pág. 2/2