Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




...

por Rodrigo Moita de Deus, em 05.07.12

É interessante a questão dos enfermeiros contratados a quatro euros à hora. Especialmente quando houve um concurso público. Durante anos e em nome de uma suposta "moralidade" o país impôs que o critério dominante na contratação pública fosse o preço e às vezes só o preço. Sim, quatro euros. Não nos podemos queixar das regras. Fomos nós que as fizemos.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De ze a 05.07.2012 às 11:55

sim sim e depois se nao houver enfermeiros interessados em trabalhar por um salario miseravel podemos importar enfermeiros altamente qualificados da colombia ou venezuala, como ja fazemos actualemnet com os medicos...

mas já que a ideia do concursos pelo menor preço é tão brilhante porque nao fazer o mesmo para cargos como por exemplo acessores e afins?

porque nao para as avenças de consultores e advogados? concurso publico pelo menos preço apresentado??...

será que nao sairia mais barato ao estado contratar directamente em vez de contratar intermediarios?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.07.2012 às 14:07

e de quem é a empresa que ganhou o contrato para ser intermediário? e qual a margem de intermediação?
Sem imagem de perfil

De Manuel Gomes a 05.07.2012 às 14:54

O concurso está bem feito...O problema é haver enfermeiros que se sujeitam....é porque a situação que enfrentam lá fora é pior...O problema é a situação do país que faz com que estes enfermeiros tenham de aceitar. Porque quem dera a muitos terem oportunidade de ter experiência profissional e serem pagos por isso. A maioria está no desemprego.
E além disso, o país tem um salário médio de 700 euros....É o salário médio...Para uns ganharem mais, para esta média se manter, é necessário que muitos ganhem menos que isso. Mas claro que os governantes vão continuar a pensar que toda a gente vive no mundo deles, e que é normal comprar tudo caríssimo. O problema não é os 4 euros, que é um belíssimo ordenado nos tempos que correm, o problema é o facto de este ser um belíssimo ordenado e as pessoas terem de estar felizes por o aceitarem por falta de alternativa...e o problema é a classe política e amigos e parte da comunicação social e directores editoriais viverem num mundo à parte
Sem imagem de perfil

De Manuel Gomes a 05.07.2012 às 14:56

E muitos enfermeiros estão lá 20 horas por dia....muitas delas a dormir...dá 80 euros...em 10 dias fazem 800 euros....que é mais que o salário médio em Portugal...se não for pelos preços vai ser pelas cunhas e vai ser pior.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.07.2012 às 14:59

dizer que um enfermeiro passa 20 horas num centro de saude e até la dorme ou é ser-se burro ou é ser-se parvo.... diga la qual o centro de saude que esta aberto 24 horas?
Sem imagem de perfil

De Manuel Gomes a 05.07.2012 às 17:09

Eu não disse que era em centros de saúde...Eu sei de um caso em que isso acontece em hospitais. E o facto de me insultar só prova que os meus argumentos são verdadeiros. Só se recorre ao insulto quando não se tem argumentos decentes
Sem imagem de perfil

De Algarve a 05.07.2012 às 23:42

E não são só os enfermeiros,e tambem não é só por esse valor.
Sem imagem de perfil

De Alfarroba Algarvia a 05.07.2012 às 18:30

Isto não tem interesse nenhum. A gente quer é a TV do Relvas 24 por dia... Eu adoro a Licenciatura do Relvas. Quero uma igual!
Sem imagem de perfil

De Restaurantes em Brasilia a 05.07.2012 às 19:35

Era muito mais grave quando havia Advogados a trabalhar de Graça durante anos...

E 4 EUR * 8 Horas por dia * 22 Dias = 704 EURos por mes... Quantos licenciados ganham o salário mínimo ou menos... Ah ja me esquecia... os enfermeiros e os médicos são de raça divina... tem que ganhar mais que o comum dos mortais...
Sem imagem de perfil

De Samuel a 05.07.2012 às 19:50

Que argumento indigente!
Trata-se de um concurso público para o fornecimento de manilhas de esgotos... ou de pessoas, profissionais qualificados, cujo valor do trabalho, bem ou mal pago, não deve estar em "leilão", como em qualquer mercado de escravos?
Percebe-se porque que é que esta corja odeia a contratação colectiva e os sindicatos!
Sem imagem de perfil

De clara a 05.07.2012 às 21:19

Lendo alguns destes comentários fico com a ideia de há quem ache bem este país estar entregue aos intermediários que nada ´produzem e fazem apenas papel de chulos.
O trabalho é cada vez mais desvalorizado e o que está a dar é ser intermediario(desculpem, empresário de recursos humanos)ou já agora politico.
Admirável mundo novo....
Sem imagem de perfil

De Manuel Gomes a 05.07.2012 às 23:35

Faça você de intermediária...se é assim tão rentável.
Se aqueles formulários de concurso público não fossem preenchidos por intermediários...tivessem de ser os enfermeiros a preenchê-los....o concurso ficava vazio...sem propostas..e os políticos ficavam todos contentes, diziam que não havia ninguém que fizesse o serviço, tal a sua especificidade...e havia um amiguito do ministro que o "ajudava nesse problema" vendendo-lhe o serviço por ajuste directo a 1000 euros a hora ou assim.
Sem imagem de perfil

De Clara a 05.07.2012 às 23:52

A questão e que se trata de pessoas e não de mercadoria. Se abrir 1 concurso para enfermeiros concorrem centenas deles. Não me parece bem que haja intermediários nestes casos. Qual a necessidade? O estado podia pagar directamente as pessoas.
Parece- muito parecida a actividade destas empresas com proxenetismo. A diferença e que estão colectadas.
Sem imagem de perfil

De William Wallace a 05.07.2012 às 23:53

Ao menos os enfermeiros não tiram licenciaturas á relvas!
Os 4 euros á hora são iliquidos e feitos os descontos para a segurança social o profissional ficará com cerca de 300€ , para pagar o passe , a renda de casa e alimentar-se!
Obviamente que os fachos e monárquicos sel coluna vertebral deste blog fazem agora o papel do jugular no tempo do engennheiro de fim de semana!
O Campo Pequeno em Lisboa precisa de uma Festinha com Pelourinho para traidores afirmem-se eles de direita ou esquerda , empresários que vivem do erário publico e das vírgulas da lei e afins!
Esta grupo que nos governa esqueceu-se para o que foi eleito e contínua a beneficiar os mesmos de sempre e a pedir sacrificios aos mesmos de sempre!

Ó do 31 e as PPP, e a assessorias , e a tomada de controlo de toda a economia por corporações estrangeiras sem rosto que ficam com os lucros e passam os prejuízos para o erário publico , o facto de a Banca originadora da crise devido á sua GANÂNCIA ser ajudada e quem produz continuar através de impostos de confisco para manter mordomias de Fundações e Institutos.

Querem acabar com as Freguesias que realmente ainda prestam apoio a CIDADÃOS PORTUGUES e aquelas no meio das cidades que para nada servem a não ser para os Jotinhas irem fazendo a sua vidinha!

E as camâras geridas como verdadeiras coutadas e as suas empresas municipais que existem para os jotinhas de todas as cores.

Burocracia inquisitorial que não permite de forma alguma que o cidadão conteste algo a não ser aqueles que dispõem dos meios para "olear" essa máquina!

31, J. e afins I p P q v P

Comentar post