Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




TC declara cortes dos subsídios inconstitucionais

por Rodrigo Moita de Deus, em 05.07.12
não percebo o entusiasmo da oposição. no fim do dia, este dinheiro vai ter de sair de algum sítio.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Algarve a 05.07.2012 às 23:16

Eles são engenheiros sabem tudo,percebem de tudo,de certeza que vão tirar a quem não precisa ou a quem devem tirar,aliás,como tem acontecido sempre.Perguntem ao Macario Correia,corta-se já 10 feriados e fica tudo resolvido(corta-se mas só aos de Faro e Alcoutim...).
Sem imagem de perfil

De vai ter de sair? a 06.07.2012 às 00:21

Bolas onde esses gaijos escondem o dinheiro hoje né?

ê juro plas alminhas e alsuas que num vem que não tem pô...
Sem imagem de perfil

De Wiilam Wallace a 06.07.2012 às 05:37

Pode saír do lombo de sociedades de advogados , fundações , PPP , fachos sem coluna vertebral , rendas de energias , empresas municipais , e afins!

vocês são o excremento da sociedade e mais tarde ou cedo (de preferência mais cedo) vão ter de emigrar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Sem imagem de perfil

De então o excremento é bom adubo a 06.07.2012 às 19:38

basta enterrá-los e juntar uns wallaces prás alfaces
Sem imagem de perfil

De p D s a 06.07.2012 às 09:46

Tás chateado não é Rodrigo.

Pois é...eu explico-te o entusiasmo.

É simples, e se for dificil de entenderes, posso mandar-te depois um "jpeg" com o desenho. Mas então aqui vai:

- Para obter "não sei quantos" milhoes de Euros, o governo decidiu cortar 2 subsidios á Função Publica, ficando os "privados" digamos assim (como tu e eu) sem qualquer tipo corte.

Se o TC diz que tem de haver equidade, e para obter os mesmos milhões, o Governo, deverá fazer algo do tipo:

- Cortar 1 subsidio á função publica
MAIS
- Cortar 1 subsidio ao "privado" (tipo a ti e a mim!)


Percebes ?
(NOTA: o exemplo que dou é simplista para que o consigas entender minimamente.)

Assim, o Governo, obtera os mesmo milhões, com a contribuição de todos (incluindo tu e eu), e não apenas dos Funcionarios Publicos.

Se calhar tlvz seja mais justo e igualitario.
Mas acredito que já não aches nenhuma "graçola" a esta "oportunidade" de tambem Tu, colaborares com a Troika.

é a vida!

(ou pensavas que era só dar palmadinhas nas costas do Relvas ? )
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.07.2012 às 21:05

Como a estupidez não tem limites, do partidarismo, obviamente, é fácil meter no mesmo saco um corte de despesa e um corte de receita, o que para os ignorantes vai dar ao mesmo.

Ainda há quem acredite que o Estado é a fonte de todas as soluções.

Sem imagem de perfil

De Murphy a 06.07.2012 às 12:45

Não é descabido ser mais equitativo "sacar" ao público e ao privado, mas não estão, desde 2010, a ser cortados os vencimentos dos funcionários públicos a partir dos 1.500 € (corte gradual entre os 5% e os 10%, salvo erro).

Nessa altura, o TC pronunciou-se pela constitucionalidade dos mesmos, qual é a coerncia?...

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.07.2012 às 15:47

Há muitos sítios de onde o dinheiro pode sair, este era apenas o mais fácil. Só ia de encontro aos que menos interessam: os que vivem do seu trabalho.
Sem imagem de perfil

De atão nã te afectava pá a 06.07.2012 às 19:40

já o imposto sobre o p'atria amónio
recai sobre o PC e o PCP...
Sem imagem de perfil

De Mário a 06.07.2012 às 17:34

Se em 2013 despedissem 15,2% dos Funcionários Públicos, para ficarem iguais aos privados, isso também seria inconstitucional? E não resolviamos de vez o problema do défice?

Haja tomates ou outros legumes, e curamos de vez os tais problemas estruturais.
Sem imagem de perfil

De Funcionario que vos atura a 06.07.2012 às 19:12

Só espero que desses 15%, maioria sejam médicos e enfermeiros, professores e agentes da autoridade, e que de imediato tenhas um avc ou enfarte do miocárdio , a tua casa seja assaltada, e para finalizar, a escola dos teus filhos feche por falta de professores.
Sem imagem de perfil

De Gajo que te paga a 06.07.2012 às 19:22

Ja que te pagamos o minimo e' que nos atures...
Sem imagem de perfil

De Primeiro aturar-vos pelo mínimo é pouco a 06.07.2012 às 19:44

Deêm-me 45% de aumento e damo-vos só 4 horas de espera no SNS enquanto vamos beber umas bejecas

Bolas a escola feche por falta de professores?
Mas os tipos que ficam com 6 horas vão fazer greve é?

Isto deve ser um funcionário do ministério da agricultura ali de oeiras, é de snifar nos lotes de coca de certeza.
Sem imagem de perfil

De Mário a 06.07.2012 às 20:07

LOL... ao menos podias ler Eça de Queirós, saberias que já no tempo dele havia mais de 15% de Funcionários Públicos dispensáveis.
Ainda por cima tiveste azar nos exemplos que deste. Dessa forma não consegues a minha morte por AVC ou outra qq técnica sofisticada que queiras usar.
Sou um mero funcionário bancário de 57 anos, com uma licenciatura tirada em 5 anos (como era costume no meu tempo) e que, tendo aderido aos SAMS, nunca utilizou um hospital público, nem uma escola pública para os filhos (consegui ter os dois em colégios privados e já estão ambos licenciados). Para cúmulo tenho um sistema de alarme da Securitas (empresa privada de segurança) no meu humilde apartamento e só tenho visto a polícia em operações auto-stop, nunca tendo sido autuado.
Resumindo, seria facílimo despedir 15% dos Funcionários Públicos sem tocar na polícia, médicos, enfermeiros e outras profissões que reconheço como essenciais ao bom funcionamento de um Estado de Direito.
Sem imagem de perfil

De Algarve a 06.07.2012 às 20:12

Com esse comentario percebe-se bem que podem cortar 20% de funcionarios publicos que ninguem se apercebe.Tem um AVC vai ao hospital a resposta é sempre a mesma " aguarde a sua vez se faz favor",a morte é quase certa,professores os cursos já se faz por fax e pela internet,agentes de autoridade...bem esses sempre foram alem de inuteis no combate ao crime e corruptos(BT),angariadores de receita ...
Sem imagem de perfil

De se despedissem 15,2% dos púbicos a 06.07.2012 às 19:47

ficavamos com mais 152 mil desempregados que nem uns biscates nas obras conseguem fazer...

152 mil subsídios de desemprego a 1000 eurros cada

são 1800 milhões no mínimo

fica caro pô...deixem-nos fingir que travalham nos AVC's e ACP's e UCP's
Sem imagem de perfil

De Mário a 06.07.2012 às 20:18

É pah pelas tuas contas até valia a pena, repara: 152 mil desempregados da FP, com vencimentos médios de 1500 euros por mês,são 3.200 milhões de euros de poupança nos gastos públicos. Se tivermos de pagar 1.800 milhões já ganhámos 2.400 milhões de euros o que era uma boa ajuda para equilibrar o défice!! ;-)

Bora lá fazer isso!!
Sem imagem de perfil

De rui simoes a 07.07.2012 às 17:48

Não percebo os 1500€ a minha mulher é f.p . á 32 anos num hospital e só tem 620€ de ordenado, como ela há mais uns milhares.Mais se forem despedidos não tem direito a subsidio de desemprego como no privado.Já agora eu estou reformado duma empresa privada,nunca fui f.p . porque carga de água eu tenho que ficar sem os subsidios ?
Sem imagem de perfil

De lamento informar mas a última vez a 08.07.2012 às 02:26

que trabalhei num hospital ganhava 3200$ por hora

mesmo a 3,5 euros à hora x 100 horas mensais

25 por semana ou 5 horas por dia...são 350 euros

620 ao fim de 32 anos?

as diuturnidades em 32 anos de serviço davam pelo menos 400 sobre o base

logo no mínimo 800 a 850 brutos

de certeza que não está no hospital como doente?

Comentar post