Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




coisinhas boas

por Rodrigo Moita de Deus, em 11.07.12

North Atlantic é um dos finalistas do your film festival (youtube). Obra de um português, Bernardo Nascimento. Patriostismo de lado. Vale a pena. E vale a pena ir votar. Consta que não precisou de apoios do Estado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Patriostismo de lado é patri autismo? a 12.07.2012 às 00:01

Não sei Roderigo, mas esse patriostismo ou é de Ostia ou navega com Hóstias.
Patriostismo só de frente, de cernelha nunca.
Sem imagem de perfil

De A Frase do dia patriostismo à parte a 12.07.2012 às 01:51

É que Sócrates tal como Relvas está bom e

recomenda-se, já SEGURO ESTOU in seguro que se fale

muito dele nos maus tempos que virão ou já se vieram

Transferência por deferência das Moitas do Norte

Para as Moitas semi-secas dos desertos do sud

é assis, fran cisco kid uma trans dos pobres ricos

Para os ricos pobres que criam em pregos e hot-dogs

Afinal sou dottore ou nã sou disse Sokras o grego

E afinal era mêmo dottore e sem dor mê senhore...

Isto bate na mesa quem phode

nã bate na mesa quien quer

Bossa Ex-celência begetal bate no patriostismo

Porque o Patriostismo rende por Patris e Petris

Patrono mio...miau

Bossa (nova) Mercê

Bate na mesa antes ca mesa mesa lhe bata

União de fragmentos ou não

A Pátria é uma Hóstia de Salvação

Mesmo Birtual dá pra Esganhar a Fomeca
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.07.2012 às 23:55

por acaso foi apoiado pelo estado...ingles...atraves das estruturas locais londrinas..

http://www.northatlanticshortfilm.com/9.Thanks.html

nao percebo porque mandar a boca sem sequer ter a minima nocao de que se é verdade...deve ser das palas nos olhos
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.07.2012 às 01:12

Não consta não senhor, foi apoiado pelo estado dos bifes. E eu não me importo nada que os meus impostos sirvam para apoiar filmes portugueses. Apesar de ser apreciador de um bom par de mamas, acho que os filmes portugueses não devem só rodar à volta das soraias, as únicas que rendem na bilheteira.

Comentar post