Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Eu que não sou de intrigas II

por Afonso Azevedo Neves, em 13.07.12

mas o tal de João Lemos Esteves que escreve isto no Expresso:

 

"...a sua vida pessoal, e por maioria de razão política, está cheia de episódios mal contados. Miguel Relvas não sabe ser sério na gestão dos seus asssuntos pessoais - logo, não sabe ser sério na gestão dos interesses de Portugal"

é um programa de spam, um robot acéfalo... certo? Provavelmente não. É capaz de existir, é capaz de ser produto da criação divina. Um ser, que infelizmente não será o único, que acha que isto é argumento que se apresente.

 

(e não, não leva link)

 

 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De miguel a 13.07.2012 às 20:28

Afonso,

Olhe lá que estava a precisar de um desses programas ou robots acéfalos (tipo "spelling"..?) é que "criacção divina" é um erro bastante fatela...!

(e não percebo se critica a descrição da vida - episódios mal contados - ou a lógica de que quem se gere mal não deverá gerir bem o país. Qual é o argumento inapresentável?)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds