Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




ERC continua a demonstrar a sua inutilidade

por Nuno Gouveia, em 17.07.12

ERC impede o jornal "A Bola" de transmitir os golos do campeonato de futebol

 

Alguns membros desta inútil ERC, nomeadamente Alberto Arons de Carvalho, Rui Gomes e Luísa Roseira, consideraram que os sites noticiosos têm menos direitos do que as televisões, e como tal, não podem transmitir os tais 90 segundos dos jogos de futebol. Há um jornalismo de primeira (as televisões) e um jornalismo de segunda (todos os restantes). Será que os senhores que votaram contra conhecem esta coisa chamada Internet, que permite a todos os meios de comunicação social, sejam eles rádio, televisão ou imprensa escrita, oferecerem conteúdos diversos da sua função original? Na actualidade, e com a obrigatória diversificação de conteúdos que os media são obrigados, pela força das circunstâncias, a oferecer aos seus ouvintes/telespectadores/leitores, faz algum sentido manter este tipo de barreiras artificiais? E nem vale a pena falar na proliferação de outros meios na rede, como o YouTube, que permitem a qualquer utilizador ver bem mais do que 90 segundos de qualquer jogo de futebol. Uma posição (mais uma) lamentável da ERC.

 

Parabéns à Raquel Alexandra, que, ao contrário dos três membros já referidos, demonstrou conhecimento sobre a matéria que está a regular, não estando presa às convenções pré-Internet que ainda subsistem em parte do sector dos media.