Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




mais ou menos sobre a Madeira

por Rodrigo Moita de Deus, em 25.07.12

Entre bombeiros, equipamento, meios aéreos e área destruída, cada incêndio custa uma fortuna. O sistema está montado ao contrário. Quanto mais arde mais se gasta, maior o investimento. Há toda uma indústria que depende dos incêndios. E se em vez do estado remunerar o hectare ardido começasse a remunerar os hectares que não ardem? Que é como quem diz: vamos pagar para não haver incêndios em vez de pagarmos por incêndio.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De a cavaca nunca fez emparcelamento nem a 25.07.2012 às 14:59

cadastrou a floresta portuguesa

talvez por ser uma silva....

as estevas gostam é de mato..

de resto a reprodução do pinhal depende do fogo

as pinhas abrem depois do fogo passar por elas

já os sobreiros a cortiça protege o líber de queimaduras fatais

basta deixá-los bem encortiçados

é como a impunidade política quanto maior é menos se queima

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds