Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ferreira Fernandes continua a acreditar na pureza do desporto. Nesta coisa idealista do mais importante ser participar. Idealista e generosa. É um querido o Ferreira Fernandes.  

 

PS: O problema, evidentemente, não está nos atletas. Está no país, incluindo as estruturas responsáveis, que pensam como o cronista.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Trinta e três a 10.08.2012 às 12:42

Até pode acreditar na "pureza do desporto", mas não acredita, de todo, na pureza do jornalismo.
Sem imagem de perfil

De Miguel Paiva a 10.08.2012 às 17:06

Ferreira Fernandes tem toda a razão. Os atletas olímpicos portugueses conseguiram apurar-se para os Jogos Olímpicos por mérito próprio e depois de atingirem os exigentes mínimos de participação. O facto de não conseguirmos medalhas apenas significa que temos muito poucos atletas que estejam entre os 3 melhores do mundo de cada especialidade, pois os jogos olímpicos são, em quase todas as modalidades, a prova em que todos os atletas de todos os países apostam.
Por isso, um 10º, um 20º ou mesmo um 30º lugar são merecedores de respeito e de apoio por parte dos portugueses.
A este propósito, lembro que Campeões Olímpicos portugueses como Fernanda Ribeiro e Nelson Évora, antes de conseguirem as suas medalhas de ouro, tiveram participações discretas em edição anteriores.
Mais uma vez verificamos que em Portugal falta cultura desportiva para compreender isto, o que não traria grande mal ao mundo, não fosse dar-se a circunstância de haver uma boa correlação entre os níveis de cultura desportiva e de desenvolvimento dos respectivos paises.

Comentar post