Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




não era mais giro ter carros na estrada?

por Rodrigo Moita de Deus, em 24.08.12

 

O João lembra que há pessoas que vivem em Beja, Cuba ou Ferreira. Pois há. E conheço muitas. Mas devíamos ter aprendido qualquer coisa nestas duas últimas décadas. As autoestradas não trazem negócio por si. Nem postos de trabalho. Nem desenvolvimento. Nem sequer podemos comer o alcatrão.

Metade das autoestradas construídas nas últimas duas décadas não eram necessárias. Ponto. As autoestradas não são um direito constitucional. E nenhum português devia precisar de duas faixas e separador central para se sentir mais cidadão. O mesmo princípio é válido para um tribunal ou qualquer outro serviço público. Tudo o resto é o caminho que nos trouxe até aqui. Uma autoestrada sem carros para servir um aeroporto sem aviões.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De bush of god a 24.08.2012 às 01:45

nem centros de saúde, nem transportes, nem o caralho, em suma, nada.

foda-se! era só em lisboa, porto, coimbra e faro.

caralho! só de pontes, então, as duas capitais é aos magotes e ainda querem mais.

ide para a cona das vossas mães!
Sem imagem de perfil

De nem o caralho? é tudo gaijas? a 24.08.2012 às 15:32

atão aqueles ciganos de Beringel sã todos capados?

comé caquelas gaijinhas de 14 e 15 annus aparecem barrigudas?

sã as cegonhas de beringel?

depois de Portel e de Beja há 7 pontes é verdade que são pontes aéreas penduradas no vazio

mas são mensagens vivas sobre o grande deserto habitado por azinheiras intemporais

Beja até tem transportes urbanos

Berinjel tem 40 casas vazias e inté os ciganos arrendam casas tal é a barateza do lugare

cê tem rendas de 10 eurros com direito a ratos mickey de estimação

e há toneladas de ferrugem do tempo do cavaquistão agrícola prontos pra rumarem pra espanha

e há espanhóis e oliveiras aos montes

gente é que nã há muita no deserto...
tamém chamarem ao deserto Beringel só atrai gay né?

e alentjano só se reproduz no barreiro..
o barro é afrodisíaco
e nos empurrões nas manifes...
Sem imagem de perfil

De NO DESERTRISTÃO DO CAVA QUINDÁ QUISTÃO? a 24.08.2012 às 16:49

De Todas Nos seus traçados Rápidos e SuperV a 24 de Agosto de 2012 às 16:15
Foram Vias de Desertificação Rápidas

Vias de Desertificação Económica, Demográfica e Energética

Foram também vias para o Super-Déficite
E cemitérios rodoviários dos Super-Ávites Mithológicus

A Prova? Faço-a já aqui Em Baixo
Até a posso fazer para o Tramagal ou o Rosmaninhal
Ou a Sertã dos Infernos
Ou até a Panasqueira dos Panasqueiros
A Urgeiriça dos Urgeiriços
De Campo de Jales à Paneleira dos Piços...

Provocar | Primeira chapada | Tudo ao molho

De tstopps a 24 de Agosto de 2012 às 16:19
De AUTO-ESTRADAS QUE DESERTIFICARAM O a 24 de Agosto de 2012 às 16:01

DESERTO?

AS PESSOAS aproveitaram a via rápida para fugirem das suas vidinhas ilhadas nas ilhas deixadas para trás pela via a cem à hora é o progresso


De AS VIAS DE COMUNICAÇÃO SÃO VIAS DO VAZIO a 24 de Agosto de 2012 às 15:58
Pois essas vias rápidas, como o mostrou o sonho americano, o carro leva à evasão, os lugares que ficam perdidos, a estrada 66, levou a contornar cidades e inventou o subúrbio.

MUITAS CIDADES MORTAS SÃO O TESTEmunho dessas auto-estradas que mataram vilas e esvaziaram os velhos restaurantes-Estalagens à beira da estrada, assi aconteceu com a velha estação de pegões gare e as suas paragens de camionistas, assi se foram metade dos restaurantes da estrada do Zêzere-Castelo Branco
e nem vale a pena falar dos cafés serrenhos
Ou da terreola do actual Presidente da República, toda uma rede de pequenas estalagens-cafés algumas delas centenárias destruídas pelas auto-estradas

AO CONTORNAREM OS VILAREJOS levaram à falência dos restaurantes e cafés das bombas de gasolina, dos pequenos botecos de venda de verduras e água e das pequenas mercearias e padarias caseiras que alimentavam as 200 ou 300 almas em redor que se exportaram lentamente pelas auto-estradas fora

E com as AUTO-Estradas nasceu o vazio

Não nasce ninguém para substituir o excesso de mortos mas criam-se dezenas de milhares de hectares de subúrbios à beira de vias rápidas, são as Novas-Novas
Há uma nova-Beja nascida das melhorias da estrada
Évora Portel Beja

E muito mais obviamente as linhas de montagem de construção civil seguiram-se às grandes obras rodoviárias, o Lisboeta com raízes e 2ªcasa no Alémptejo, no ALL Garbe e noutros montes atrás e adiante
6 milhões de casas e 10 milhões e meio de gentes
Obviamente se a casa tava longe da auto-route
era uma casa fatela né...

De Nascido atrás dos montes... a 24 de Agosto de 2012 às 15:42

Oliveira de Azeméis, Vinhais, Unhais, Aldeia dos Carvalhos, Tortosendo, toda a serra algarvia, milhares de sítios necessitados de centros culturais, cine-teatros às moscas, piscinas para o Verão, apoio a idosos todo o ano, juntas de freguesia de 2 milhões de euros, centros de pesquisa de notícias nos jornaes sobre o burgo, desde os 3000 euros aos 156 mil do Oporto
Centros de biodiversidade, que quando chega o verão é não acabaram com a biodiversidade a mais e ela pegou fogo.
Pois...moitas

os armazéns nos arredores dos burgos abandonados migraram para as proximidades da auto-estrada

os silos de cereais os armazéns de maquinaria agrícola desertaram a velha estrada de ferreira mesmo depois de ela ficar mais nova

Resta Mimosa e Canal Caveira como nós de paragem rodoviária
Já ninguém para em Ferreira do Além Tejus para uma sandocha de carne assada

Nem Para em Vendas Novas ou Montemor como parava dantes, pois a auto-estrada matou dúzias de locais de paragem entre estes dois nós rodoviários

E isto é extensível a todo o país
Matou muita agricultura de subsistência que vendia legumes aos grossistas que iam enchendo os camiões na direcção dos pontos de desembarque das vitualhas

A auto-estrada agigantou os subúrbios das capitaes de distrito e dos nós rodoviários remanescentes

e extingui todo o resto...é simplex
é estúpido mas é por isse qué simplex...

Sem imagem de perfil

De bush of god a 25.08.2012 às 00:10

Foi a enrabadela do touro que te deixou assim, meu panasca?

Cala-te e mama, mas não engulas!
Sem imagem de perfil

De este é mesmo do mais simplex a 25.08.2012 às 02:24

é tão gonçalvista benzódeus

Benzodiazepinas não ajudam de certeza

Lobotomia também não que não tem massa suficiente para cortar

De ñem sequer és mamífero?és capão? a 25 de Agosto de 2012 às 01:40

De ó home nã metas a merda que te sai do cu a 25 de Agosto de 2012 às 01:37

na cabeça

já sofres de atraso mentale mais que suficiente

e não teres mexido uma palha na vida deve-te ter engordado mais o cu e tornado mais apetecível a essas práticas que tanto gostas

é anti-higiénico meu...a escherichia coli pode ser fatal

vai clicar em E.coli na miolêira bai bai

ora di bai

Campo de jales moram lá quantos, tortosendo quantas vendas de pesticidas da quimigal e da sapec existem

tramagal a duarte ferreira inda funciona?

é todo um conjunto de indústrias e de lojecas que morreu com a importação livre da maquinaria espanhola
e restantes nomeadamente a da URSS e romena por troca de sapatos e viño

as auto-estradas apenas vieram acelerar problemas pré-existentes

tu já eras maluco antes, agora apenas andas piorando
infelizmente só ainda abatem cães
dantes faziam matança do porco...
claro que não comparo a tua microcefalia com um porco

o porco tem uma mioleira maior
é impressionante que consigas escrever...


lamento que tenhas sido capado...mas pelo menos ficaste mais calmo

imagina como serias se ainda tivesses hormonas masculinas?

bolas gaija és mesmo machona...


Provocar | Primeira chapada | Tudo ao molho





De O Senhor Professor Doutor Desculpe a 25 de Agosto de 2012 às 01:50

Mas sinceramente, não crei que seja bipolar, nem tenha ambivalência sexual, é demasiado estúpido para isso. Acho que nem uma personalidade consegue ter, vossa excelência é demasiado gentil em dar-lhe duas.
Quanto à sexualidade é obviamente impotente, pois preocupa-se demasiado com as aberturas fisiológicas.


Provocar | Primeira chapada | Tudo ao molho





De Não crei? é Engenheiro Professor Doutor a 25 de Agosto de 2012 às 02:19

Quisto de tomar liberdades é muito feyo ó mariano...

Não está corre rectum há nitidamente ambivalência e sexualidade con flituosa no flato do bicho

renega a fase oral renega a mamiferidade

logo tem vazios que quer preenchidos (sabe-se lá porquê, talvez tenha tiques masoquistas no meio da corrente sádica, não é incomum...

escreve em vez de gritar ou falar sozinho nas avenidas

o que é nitidamente um pedido de ajuda que tenta ejectar

a dificuldade de fazê-lo deve-se provavelmente a obstipação provocada por vida sedentária e ter o computador muito perto da tripa

é um cadáver adiado que tal como os cães confinados em espaços exíguos quer morrer acompanhado

para preencher os dittos vazios que insiste em tentar encher

ou seja não compreende que o fracasso é a norma

e a extinção é sempre a resultante de todos os processos

e ainda por cima é do norte
o resultado de gerações de cruzamentos endogâmicos
lá nas ilhas do porto ou aldeolas dos arredores...

Sem imagem de perfil

De Vasco a 24.08.2012 às 02:07

é exactamente isso. a rede viária nacional vai do 8 ao 80, autoestradas sobredimensionadas e inúteis e estradas nacionais absolutamente patéticas. em Portugal (neste momento) são necessárias apenas a A1, A22, A4, A6(?), A3, A2 e A25. as restantes podiam perfeitamente ser substituidas por vias rápidas com um custo muito inferior. apenas o desenvolvimento local pode justificar a existência de vias de comunicação adequadas.
Sem imagem de perfil

De Holidays in Portugal a 24.08.2012 às 13:18

Isso é muito relativo... Não sei em que medida uma A42, ou uma a7 são menos importantes que uma A25!!
Sem imagem de perfil

De Todas Nos seus traçados Rápidos e SuperV a 24.08.2012 às 16:15

Foram Vias de Desertificação Rápidas

Vias de Desertificação Económica, Demográfica e Energética

Foram também vias para o Super-Déficite
E cemitérios rodoviários dos Super-Ávites Mithológicus

A Prova? Faço-a já aqui Em Baixo
Até a posso fazer para o Tramagal ou o Rosmaninhal
Ou a Sertã dos Infernos
Ou até a Panasqueira dos Panasqueiros
A Urgeiriça dos Urgeiriços
De Campo de Jales à Paneleira dos Piços...
Imagem de perfil

De tstopps a 24.08.2012 às 16:19

De AUTO-ESTRADAS QUE DESERTIFICARAM O a 24 de Agosto de 2012 às 16:01

DESERTO?

AS PESSOAS aproveitaram a via rápida para fugirem das suas vidinhas ilhadas nas ilhas deixadas para trás pela via a cem à hora é o progresso


De AS VIAS DE COMUNICAÇÃO SÃO VIAS DO VAZIO a 24 de Agosto de 2012 às 15:58
Pois essas vias rápidas, como o mostrou o sonho americano, o carro leva à evasão, os lugares que ficam perdidos, a estrada 66, levou a contornar cidades e inventou o subúrbio.

MUITAS CIDADES MORTAS SÃO O TESTEmunho dessas auto-estradas que mataram vilas e esvaziaram os velhos restaurantes-Estalagens à beira da estrada, assi aconteceu com a velha estação de pegões gare e as suas paragens de camionistas, assi se foram metade dos restaurantes da estrada do Zêzere-Castelo Branco
e nem vale a pena falar dos cafés serrenhos
Ou da terreola do actual Presidente da República, toda uma rede de pequenas estalagens-cafés algumas delas centenárias destruídas pelas auto-estradas

AO CONTORNAREM OS VILAREJOS levaram à falência dos restaurantes e cafés das bombas de gasolina, dos pequenos botecos de venda de verduras e água e das pequenas mercearias e padarias caseiras que alimentavam as 200 ou 300 almas em redor que se exportaram lentamente pelas auto-estradas fora

E com as AUTO-Estradas nasceu o vazio

Não nasce ninguém para substituir o excesso de mortos mas criam-se dezenas de milhares de hectares de subúrbios à beira de vias rápidas, são as Novas-Novas
Há uma nova-Beja nascida das melhorias da estrada
Évora Portel Beja

E muito mais obviamente as linhas de montagem de construção civil seguiram-se às grandes obras rodoviárias, o Lisboeta com raízes e 2ªcasa no Alémptejo, no ALL Garbe e noutros montes atrás e adiante
6 milhões de casas e 10 milhões e meio de gentes
Obviamente se a casa tava longe da auto-route
era uma casa fatela né...

De Nascido atrás dos montes... a 24 de Agosto de 2012 às 15:42

Oliveira de Azeméis, Vinhais, Unhais, Aldeia dos Carvalhos, Tortosendo, toda a serra algarvia, milhares de sítios necessitados de centros culturais, cine-teatros às moscas, piscinas para o Verão, apoio a idosos todo o ano, juntas de freguesia de 2 milhões de euros, centros de pesquisa de notícias nos jornaes sobre o burgo, desde os 3000 euros aos 156 mil do Oporto
Centros de biodiversidade, que quando chega o verão é não acabaram com a biodiversidade a mais e ela pegou fogo.
Pois...moitas

os armazéns nos arredores dos burgos abandonados migraram para as proximidades da auto-estrada

os silos de cereais os armazéns de maquinaria agrícola desertaram a velha estrada de ferreira mesmo depois de ela ficar mais nova

Resta Mimosa e Canal Caveira como nós de paragem rodoviária
Já ninguém para em Ferreira do Além Tejus para uma sandocha de carne assada

Nem Para em Vendas Novas ou Montemor como parava dantes, pois a auto-estrada matou dúzias de locais de paragem entre estes dois nós rodoviários

E isto é extensível a todo o país
Matou muita agricultura de subsistência que vendia legumes aos grossistas que iam enchendo os camiões na direcção dos pontos de desembarque das vitualhas

A auto-estrada agigantou os subúrbios das capitaes de distrito e dos nós rodoviários remanescentes

e extingui todo o resto...é simplex
é estúpido mas é por isse qué simplex...
Sem imagem de perfil

De Prof. Sir Aiva a 24.08.2012 às 05:14

Perguntar ao Betoneira do Amaral e ao 1º ministro da época em éramos um oásis na Europa, onde estão os milhões de milhões que vieram da Europa para desenvolver o país duma forma sustentada ?
Enterrados nas auto-estradas.

Perguntem ao papa-bolo rei... se sabe o que fez ?
Imagem de perfil

De Gustavo a 24.08.2012 às 10:37

Existem estradas a mais. Existem estradas a menos. A auto-estrada não é um direito constitucional mas faz falta e dá muito jeito. Sair de Beja pela madrugada é uma loucura, um perigo, e entre os demais distritos, aqueles que não possuem igualmente auto-estradas (Bragança e Portalegre) apresentam a 1ª e a 3ª (com Beja entre elas) menores densidades populacionais do país.
Pode-se dizer que o ovo apareceu antes da galinha e que não existem vias adequadas por não haverem habitantes suficientes. Mas o que é facto é que todos os partidos prometem modernizar o interior, combater o despovoamento, promover o êxodo urbano, mas para chegar a Beja é uma carga enorme de trabalhos. Já para nem referir o prejuízo que trás para o exercício comercial
Sem imagem de perfil

De bolas tamém sair a 150 à hora com aquela a 24.08.2012 às 15:35

rotundidade toda...

há muito maluco a seguir a 100 na rotunda do in continente até à de Ferreira Portel

mas acho ca velocidade máxima é de 50 né?

e há tanto bêbaru...lisboeta

inté moitas d'ébrios em pick up's
Sem imagem de perfil

De bush of god a 24.08.2012 às 10:53

quantos milhares de milhão já foram enterrados na capital da estrumeira? quantos milhares de milhão já foram engolidos pelos transportes públicos da capital do prostíbulo?

ó rodriguinho, vem viver para estas bandas e depois ladra.

a malta percebe: não te deram a tacharia que querias, por isso até já criticas os altaneiros. mas continua, que o tempo está para paneleiros.

olha para os teus compinchas blogueiros que são assessores do passos mongolóide. pagou o tempo de sabujice rasteira.
Sem imagem de perfil

De sim a capital e o oporto tal como beja a 24.08.2012 às 16:10

ou faro ou évora

engoliram todos os recursos

os armazéns nos arredores dos burgos abandonados migraram para as proximidades da auto-estrada

os silos de cereais os armazéns de maquinaria agrícola desertaram a velha estrada de ferreira mesmo depois de ela ficar mais nova

Resta Mimosa e Canal Caveira como nós de paragem rodoviária
Já ninguém para em Ferreira do Além Tejus para uma sandocha de carne assada

Nem Para em Vendas Novas ou Montemor como parava dantes, pois a auto-estrada matou dúzias de locais de paragem entre estes dois nós rodoviários

E isto é extensível a todo o país
Matou muita agricultura de subsistência que vendia legumes aos grossistas que iam enchendo os camiões na direcção dos pontos de desembarque das vitualhas

A auto-estrada agigantou os subúrbios das capitaes de distrito e dos nós rodoviários remanescentes

e extingui todo o resto...é simplex
é estúpido mas é por isse qué simplex...
Sem imagem de perfil

De bush of god a 25.08.2012 às 00:13

Este paneleirote, da praça de touros do Campo Pequeno para cima, não conhece nada.

Ainda bem, ca malta num preciza destes arrombados.
Sem imagem de perfil

De ó home nã metas a merda que te sai do cu a 25.08.2012 às 01:37

na cabeça

já sofres de atraso mentale mais que suficiente

e não teres mexido uma palha na vida deve-te ter engordado mais o cu e tornado mais apetecível a essas práticas que tanto gostas

é anti-higiénico meu...a escherichia coli pode ser fatal

vai clicar em E.coli na miolêira bai bai

ora di bai

Campo de jales moram lá quantos, tortosendo quantas vendas de pesticidas da quimigal e da sapec existem

tramagal a duarte ferreira inda funciona?

é todo um conjunto de indústrias e de lojecas que morreu com a importação livre da maquinaria espanhola
e restantes nomeadamente a da URSS e romena por troca de sapatos e viño

as auto-estradas apenas vieram acelerar problemas pré-existentes

tu já eras maluco antes, agora apenas andas piorando
infelizmente só ainda abatem cães
dantes faziam matança do porco...
claro que não comparo a tua microcefalia com um porco

o porco tem uma mioleira maior
é impressionante que consigas escrever...
Sem imagem de perfil

De Paulo M. a 24.08.2012 às 10:55

O problema não são as vias de comunicação em si. Elas são fundamentais para o desenvolvimento de qualquer região. O que se coloca em causa é a dimensão destas. No interior já deveriam existir, no minímo, boas vias rodoviárias como IC's ou IP's que fizessem a ligação entre o litoral e o interior mas também entre o interior e Espanha. O interior só é interior em relação ao nosso país. Em relação à Peninsúla Ibérica é uma zona central entre dois países. As más políticas foram as grandes responsáveis por matar o interior do nosso país.
Sem imagem de perfil

De AS VIAS DE COMUNICAÇÃO SÃO VIAS DO VAZIO a 24.08.2012 às 15:58

Pois essas vias rápidas, como o mostrou o sonho americano, o carro leva à evasão, os lugares que ficam perdidos, a estrada 66, levou a contornar cidades e inventou o subúrbio.

MUITAS CIDADES MORTAS SÃO O TESTEmunho dessas auto-estradas que mataram vilas e esvaziaram os velhos restaurantes-Estalagens à beira da estrada, assi aconteceu com a velha estação de pegões gare e as suas paragens de camionistas, assi se foram metade dos restaurantes da estrada do Zêzere-Castelo Branco
e nem vale a pena falar dos cafés serrenhos
Ou da terreola do actual Presidente da República, toda uma rede de pequenas estalagens-cafés algumas delas centenárias destruídas pelas auto-estradas

AO CONTORNAREM OS VILAREJOS levaram à falência dos restaurantes e cafés das bombas de gasolina, dos pequenos botecos de venda de verduras e água e das pequenas mercearias e padarias caseiras que alimentavam as 200 ou 300 almas em redor que se exportaram lentamente pelas auto-estradas fora

E com as AUTO-Estradas nasceu o vazio

Não nasce ninguém para substituir o excesso de mortos mas criam-se dezenas de milhares de hectares de subúrbios à beira de vias rápidas, são as Novas-Novas
Há uma nova-Beja nascida das melhorias da estrada
Évora Portel Beja

E muito mais obviamente as linhas de montagem de construção civil seguiram-se às grandes obras rodoviárias, o Lisboeta com raízes e 2ªcasa no Alémptejo, no ALL Garbe e noutros montes atrás e adiante
6 milhões de casas e 10 milhões e meio de gentes
Obviamente se a casa tava longe da auto-route
era uma casa fatela né...
Sem imagem de perfil

De Pedro Pontes a 24.08.2012 às 11:57

Como sou nortenho, desculpem a minha atitude grossa, porque não consigo deixar de dizer:
"Oh Rodrigo, e se fosses para o caralho que te foda, lá com esse elitismo entranhado no focinho... Gostava de ver se nascesses em Trás-os-Montes"
Sem imagem de perfil

De bush of god a 24.08.2012 às 14:34

É mandá-lo viver para uma aldeia de São João da Panasqueira... perdão Pesqueira.

Elitistas e centralistas burros do caralho!

Mamam, mas não engolem!
Sem imagem de perfil

De Nascido atrás dos montes... a 24.08.2012 às 15:42

Oliveira de Azeméis, Vinhais, Unhais, Aldeia dos Carvalhos, Tortosendo, toda a serra algarvia, milhares de sítios necessitados de centros culturais, cine-teatros às moscas, piscinas para o Verão, apoio a idosos todo o ano, juntas de freguesia de 2 milhões de euros, centros de pesquisa de notícias nos jornaes sobre o burgo, desde os 3000 euros aos 156 mil do Oporto
Centros de biodiversidade, que quando chega o verão é não acabaram com a biodiversidade a mais e ela pegou fogo.
Pois...moitas
Sem imagem de perfil

De AUTO-ESTRADAS QUE DESERTIFICARAM O a 24.08.2012 às 16:01

DESERTO?

AS PESSOAS aproveitaram a via rápida para fugirem das suas vidinhas ilhadas nas ilhas deixadas para trás pela via a cem à hora é o progresso


De AS VIAS DE COMUNICAÇÃO SÃO VIAS DO VAZIO a 24 de Agosto de 2012 às 15:58
Pois essas vias rápidas, como o mostrou o sonho americano, o carro leva à evasão, os lugares que ficam perdidos, a estrada 66, levou a contornar cidades e inventou o subúrbio.

MUITAS CIDADES MORTAS SÃO O TESTEmunho dessas auto-estradas que mataram vilas e esvaziaram os velhos restaurantes-Estalagens à beira da estrada, assi aconteceu com a velha estação de pegões gare e as suas paragens de camionistas, assi se foram metade dos restaurantes da estrada do Zêzere-Castelo Branco
e nem vale a pena falar dos cafés serrenhos
Ou da terreola do actual Presidente da República, toda uma rede de pequenas estalagens-cafés algumas delas centenárias destruídas pelas auto-estradas

AO CONTORNAREM OS VILAREJOS levaram à falência dos restaurantes e cafés das bombas de gasolina, dos pequenos botecos de venda de verduras e água e das pequenas mercearias e padarias caseiras que alimentavam as 200 ou 300 almas em redor que se exportaram lentamente pelas auto-estradas fora

E com as AUTO-Estradas nasceu o vazio

Não nasce ninguém para substituir o excesso de mortos mas criam-se dezenas de milhares de hectares de subúrbios à beira de vias rápidas, são as Novas-Novas
Há uma nova-Beja nascida das melhorias da estrada
Évora Portel Beja

E muito mais obviamente as linhas de montagem de construção civil seguiram-se às grandes obras rodoviárias, o Lisboeta com raízes e 2ªcasa no Alémptejo, no ALL Garbe e noutros montes atrás e adiante
6 milhões de casas e 10 milhões e meio de gentes
Obviamente se a casa tava longe da auto-route
era uma casa fatela né...
Sem imagem de perfil

De rui silva a 24.08.2012 às 16:58

post interessante.
gostava apenas de saber onde estava o Rodrigo quando os sucessivos ministros (uns do PSD, desde logo o Eng. Ferreira do Amaral, com quem deve ter ligações próximas, tratando-se de um conhecido defensor da causa monárquica, outros do PS) das obras públicas apostaram na construção de auto-estradas?
sinceramente não me lembro de ouvir nenhum comentário seu na altura....
Sem imagem de perfil

De acho ca interneta só começou em 91 a 24.08.2012 às 17:10

as auto-estradas desde o início do cávaiquistão vai bué de tempo 20 e tale annus

acho ca moita inda nã é centenária

sum puto de 10 ou 12 anos tivesse ditto qualquer cousa na altura era um prodígio

uma via do infante era necessária

uma 125 com mais saídas para o deserto também

uma boliqueime queimada pela auto-estrada

os restaurantes e tascas de paderne que nunca chegaram a tornar-se em snack bar'es também

acho que mesmo em 91 quando o cava christão se abateu para dar passagem à expo do christão seguinte

o tal de moita adevia ter..nã sei a wiki nã dize

Algumas correcções:

Os Botelho Moniz do séc.XIX usavam as seguintes armas:Botelhos, Monizes e Silvas ( e não Serrões como afirma Rui Dique Travassos Valdez); Timbre: duas flechas cruzadas em aspa.

O General Júlio Botelho Moniz usou as seguintes armas:Botelhos, Sequeiras e Monizes; timbre:leão rompante.

Tem toda a lógica que assim seja pois os Botelho Moniz descendem com proximidade ( séc.XVIII) de Silvas e de Sequeiras. A diferença de timbre é uma "nuance" de mera personalização dos brasões d'armas.
aparentemente é um botelho moniz em forma de moita

adevia ser um rebento de 17 ou 16 aí em 1991...logo

nã devia dizere grã cousa

ou se adezia ninguém ouvia ou lia ou..brailleava..
ou degustava? o 31 bebe-se?
Sem imagem de perfil

De resumindo no fim do 1º ciclo das auto's a 24.08.2012 às 17:13

acho que inda era imberbe...

ou andava com muito lanho na cara

e cousas mais intressantes cu phoder de tentar ser phoder pra phoder phoder

acho que era mais um prático cum teórico

Sem imagem de perfil

De bush of god a 25.08.2012 às 00:16

Calem-se e mamem!
Sem imagem de perfil

De é fixado na fase oral e anal a 25.08.2012 às 01:45

segundo o Froid que tamém nã regulava bem

odeia as gaijas e tem complexo de electra

obviamente anda na fase bipolar

NÃo contemplas salvar o mundo regando-te de gasolina?

é simples compras uma lata ou um jerry can de plastic
vais a um posto da Galp para ajudar o tio amorim

eódespois fazes como aqueles árabes e gregos que vês na Têvê
mas longe da RTPê senão inda te deitam mais em cima
para vender melhor lá fora
Sem imagem de perfil

De bush of god a 25.08.2012 às 00:17

Foda-se! Estás tão habituado a mamar que até o 31 já queres tragar!!!

Calma, panisgão, calma! Mas não engulas, pá!
Sem imagem de perfil

De ñem sequer és mamífero?és capão? a 25.08.2012 às 01:40

De ó home nã metas a merda que te sai do cu a 25 de Agosto de 2012 às 01:37

na cabeça

já sofres de atraso mentale mais que suficiente

e não teres mexido uma palha na vida deve-te ter engordado mais o cu e tornado mais apetecível a essas práticas que tanto gostas

é anti-higiénico meu...a escherichia coli pode ser fatal

vai clicar em E.coli na miolêira bai bai

ora di bai

Campo de jales moram lá quantos, tortosendo quantas vendas de pesticidas da quimigal e da sapec existem

tramagal a duarte ferreira inda funciona?

é todo um conjunto de indústrias e de lojecas que morreu com a importação livre da maquinaria espanhola
e restantes nomeadamente a da URSS e romena por troca de sapatos e viño

as auto-estradas apenas vieram acelerar problemas pré-existentes

tu já eras maluco antes, agora apenas andas piorando
infelizmente só ainda abatem cães
dantes faziam matança do porco...
claro que não comparo a tua microcefalia com um porco

o porco tem uma mioleira maior
é impressionante que consigas escrever...


lamento que tenhas sido capado...mas pelo menos ficaste mais calmo

imagina como serias se ainda tivesses hormonas masculinas?

bolas gaija és mesmo machona...
Sem imagem de perfil

De O Senhor Professor Doutor Desculpe a 25.08.2012 às 01:50

Mas sinceramente, não crei que seja bipolar, nem tenha ambivalência sexual, é demasiado estúpido para isso. Acho que nem uma personalidade consegue ter, vossa excelência é demasiado gentil em dar-lhe duas.
Quanto à sexualidade é obviamente impotente, pois preocupa-se demasiado com as aberturas fisiológicas.
Sem imagem de perfil

De Não crei? é Engenheiro Professor Doutor a 25.08.2012 às 02:19

Quisto de tomar liberdades é muito feyo ó mariano...

Não está corre rectum há nitidamente ambivalência e sexualidade con flituosa no flato do bicho

renega a fase oral renega a mamiferidade

logo tem vazios que quer preenchidos (sabe-se lá porquê, talvez tenha tiques masoquistas no meio da corrente sádica, não é incomum...

escreve em vez de gritar ou falar sozinho nas avenidas

o que é nitidamente um pedido de ajuda que tenta ejectar

a dificuldade de fazê-lo deve-se provavelmente a obstipação provocada por vida sedentária e ter o computador muito perto da tripa

é um cadáver adiado que tal como os cães confinados em espaços exíguos quer morrer acompanhado

para preencher os dittos vazios que insiste em tentar encher

ou seja não compreende que o fracasso é a norma

e a extinção é sempre a resultante de todos os processos

e ainda por cima é do norte
o resultado de gerações de cruzamentos endogâmicos
lá nas ilhas do porto ou aldeolas dos arredores...

passar bem caro esculápio que pouco pias...
Sem imagem de perfil

De Portanto a 25.08.2012 às 03:06

O Paciente para manter um frágil equilíbrio mental,necessita então de agigantar-se, diminuindo os restantes é isso?
Sem imagem de perfil

De bush of god a 25.08.2012 às 03:07

CALA-TE E CHUPA!
Sem imagem de perfil

De bush of god a 25.08.2012 às 03:10

sim, preocupo-me com as aberturas fisiológicas da tua puta. afinal, alguém tem de as preencher, já que tu és incapaz.

tu é mais meia volta e enfia-te atrás.

chupa!
Sem imagem de perfil

De Vês nunca nos desilude é mêmo básicu a 26.08.2012 às 00:44

é impotência no seu melhor

não tem pressão sanguínea para encher a mangueira...

mesmo que tivesse só forçando as galinhas e as ovelhas
´
claro que odeia as mulheres que para ele são todas putas
e os outros são todos panisgas

só ele é que a tem...murcha mas...na cabeça dele pensa que tá ok
Sem imagem de perfil

De o mais engraçado nesta demência da inter a 26.08.2012 às 00:55

é estas matrafonas pensarem que estão a falar, quando escrevem.
Aqui há umas coisas assim,se uma pessoa acha que não está a ser parva com a idade que esse deve ter, bolas deve ser um perfeito imbecil.
se pensa que fala nesta página de virtualidades, então se calhar até fala e ouve coisas como ele e grita (as maiúsculas, percebes:(..;)...é uma lógica simples de seguir não é?
Quanto à idade mental, seguramente menos de 7.
Sem imagem de perfil

De Olha vão dormir todos a 26.08.2012 às 01:02

Sleep is good.

http://almas-mortas.blogspot.pt/ Paradão.
Só os tarados andam na praia a tentarem levantá-lo.
Por falar nisso, isto é uma chachada.
Não tem objectivos.

http://paladarmaravilhado.blogspot.pt/

Comentar post