Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




o processo

por Alexandre Borges, em 05.09.12

132 volumes e mais de 400 apensos depois, o processo da Independente tinha chegado às alegações finais, mas vai ter de ser repetido porque morreu a juíza. Ou melhor, morreu uma das três juízas que compunha o colectivo que julgava o processo e que, na verdade, até é presidido por uma das duas juízas sobreviventes.

Já antes morrera um dos arguidos e a mulher de outro.

Afinal, a pena de morte ainda vigora na justiça portuguesa. A pena da morte lenta.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Isa a 06.09.2012 às 18:58

foda-se, alexandre, eu conhecia essa juíza e é mt duro vê-la retratada de uma forma tão fria num blog lido por tanta gente. é difícil separar o pessoal do impessoal nestas circunstnacias. enfim, desculpa, mas nao consegui nao dizer. Bjo

Comentar post