Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




açores2012: o mistério do atlântida

por Rodrigo Moita de Deus, em 10.09.12

O governo de Vasco Cordeiro encomendou dois navios aos estaleiros de Viana do Castelo. Um deles nunca chegou a ser feito. O outro está encostado em Lisboa e custa milhões de euros aos contribuintes. Entretanto os estaleiros estão em pré-falência e os açores alugam barcos gregos para garantir o transporte marítimo entre as ilhas. Um video do 31 da Armada.

 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.09.2012 às 15:09

AGARRA QUE É LADRÃO...

É TÃO FACIL ESTE PAIS TER CHEGADO ONDE ESTA QUE SÓ CUSTA A ACREDITAR COMO AGUENTOU AINDA CERCA DE 900 ANOS....
Sem imagem de perfil

De já há uma queixa na policia contra o PM a 10.09.2012 às 15:48

governo mal assessorado.
aqui neste blog, há dois elementos de resalvar o interesse e pertinência do que escrevem.

Depois há uns arrogantes de visões muito de palas nos olhos que nem comentar (o contraditório se pode).

Depois há uns amnésicos cínicos que defendem valores que agora já não se aplicam pois lhes deram a oportunidade de mal assessorar um colectivo governativo pior que já é chacota INTERNACIONAL!

ainda vais chorar de choque como nem essas eleições vão ganhar.
Sem imagem de perfil

De Ricardo Ferreira a 11.09.2012 às 21:11

Desta vez eu explico de graça, mas da próxima terá de pagar que isto de ensinar quem não sabe não deve ser feito de graça:

O Gov encomendou dois navios com um determinado caderno de encargos. Acontece que o primeiro vinha com especificações técnicas diferentes do acordado em caderno de encargos, nomeadamente velocidade, capacidade de transporte de carga, capacidade de transporte de passageiros.

Os desvios técnicos poderão ser mínimos como algumas vozes dizem, no entanto, são o suficiente para rejeitar o barco, algo que o Portas nos submarinos não o fez, e encomendou submarinos mais fracos com o mesmo preço....

Caso deseje mais algum esclarecimento leia a revista Maria...

Comentar post