Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




CDS

por João Ferreira do Amaral, em 15.09.12

Compreende-se o desconforto do CDS em relação aos anúncios sucessivos de aumento da carga fiscal. É o caminho diametralmente oposto ao da ideologia que o partido professa.

Contudo, a execução de políticas, sejam elas quais forem, pressupõem a existência de um Estado soberano. Estando este "suspenso", todos os programas e princípios devem subalternizar-se à missão patriótica de devolver rapidamente o destino de Portugal aos Portugueses. É só isso que interessa neste momento. O resto fica para depois.

 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Ricardo a 15.09.2012 às 09:01

Pior que o desconforto do CDS é a incoerência do PS; um dia ameaça o governo com uma moção de censura, no outro ouve o Eurogrupo dizer que sem Orçamento aprovado não há dinheirinho, por fim: "Nós não desejamos, nem queremos nenhuma crise política em Portugal. O Governo dispõe de maioria absoluta para governar, compete ao Governo manter essas condições políticas e tem a obrigação de resolver os problemas dos portugueses." Em que é que ficamos? Vocês decidam-se!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds