Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




representatividade

por Alexandre Borges, em 19.09.12

O facto já tem uns dias. Precisei de tempo para o digerir, mas suponho não me ser possível. O povo é soberano. Democracia acima de tudo. É preciso saber ouvir os portugueses - e os portugueses, de resto, têm mostrado inteligência e sensatez ao longo da História. Mas... eleger Cristina Ferreira a mulher mais sexy do país?!

 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Reformado roubado a 20.09.2012 às 14:09

Queres ver mais 6 ou 7 posts seguidos:
Lê isto:

SER PATRIOTA HOJE !

Ser patriota hoje não é permitir que Passos e Gaspar destruam o país e conduzam o povo à miséria enquanto se assobia para o ar para se poder continuar a disfrutar do conforto judicial que resulta de ser membro de um governo que se impõe com a falsa ideia de que não pode ser derrubado.

Ser patriota hoje é ajudar a derrubar um governo conduzido por alguém que evidencia ter níveis de inteligência de um imbecil e que entregou o poder a um ministro das Finanças que adopta para os outros as medidas que não aplica ao Banco de Portugal, isto é garante que quando sair do governo fica isento do que impôs aos outros.

Ser patriota hoje é baixar os braços, juntar-se aos que tiveram a coragem de dizer basta no passado dia 15, é disparar sobre o governo com a indiferença, o desprezo, o protesto, é fazer do dizer basta os cravos de um novo 25 de Abril.

Ser patriota hoje é ser militar e sugerir ao ministro da defesa que é persona non grata nas unidades militares, é ser funcionário público e sair às 17h30 exactas, é ser bispo e denunciar s que roubam aos ricos para dar aos pobres, é virar as costas a todos os membros do governo, é boicotar todas as iniciativas dos partidos que apoiam o governo, é transformar a vida dos membros do governo num inferno com manifestações onde que r que um dos seus canalhas apareça em público, é recusar aos membros do governo a dignidade do estatuto e fazer como Maria Teresa Horta que se recusou a receber um prémio das mãos de alguém que está destruindo o país e parece odiar o seu povo, é ser polícia e recusar dar porrada em alguém que usa o direito de protestar, é denunciar publicamente tudo o que se saiba sobre actos de corrupção de qualquer governante, é transformar a vida dos governantes num inferno.

Ser patriota hoje não é ficar calado sobre uma medida que todo o país rejeita e que consiste um roubo de que não há memória em todo o mundo. Ser patriota é exigir que a austeridade seja suportada por todos e principalmente pelos que no passado mais beneficiaram de excessos que tenham sido cometidos.

Ser patriota hoje é não é dizer em privado que o primeiro-ministro é burro, é denunciar em público que o país está a ser governado por um imbecil mal preparado e que por isso está nas mãos de um ministro das Finanças que até hoje não acertou numa única previsão, falhou na política fiscal ao ponto de quase duplicar o défice e que continua a exibir o ar de um idiota convencido de que é uma grande coisa.

Ser patriota hoje é derrubar um governo ilegítimo porque nem o seu programa respeita, porque aceita ser ajudante de qualquer funcionareco estrangeiro que um director-geral de Bruxelas mande a Portugal e que governa como se detestasse o país e odiasse o seu povo.

Ser patriota hoje é derrubar o governo por meios democráticos para que as coisas cheguem a um ponto em que se tenha de derrubar o governo por meios inconstitucionais, ainda que um governo que governa desprezando os valores constitucionais e civilizacionais, que desrespeita ostensivamente a Constituição e ainda provoca os juízes do Tribunal Constitucional não tenha o direito de invocar essa mesma Constituição para se defender
Sem imagem de perfil

De Um leitor revoltado a 21.09.2012 às 03:19

Costuma votar? não votou neste partido, o direito de estes partidos serem governo foi mostrado nas eleições. Diz o senhor que é reformado, quanto recebe, 1600, 2000 ou 3000 euros, se assim é compreendo a sua indignação, porém o senhor representar apenas 20% dos reformados que vão ter subsídios retidos, se os mais privilegiados, não contribuírem mais quem o irá fazer. sabia que os reformados do sector privado recebem apenas 65% do valor do seu salário quando reformados; será este o seu caso?
Sem imagem de perfil

De Reformado roubado a 21.09.2012 às 03:49

Excepto o valor da reforma, que está fora de questão.

A todas as perguntas, a resposta é... Sim !

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds