Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




...

por Afonso Azevedo Neves, em 23.11.12

O Hamas lançou desde o início deste ano mais de 2000 rockets para o território israelita, sem contar com os últimos dias. A palavra rockets não ajuda a perceber muito bem do que se está a falar. Apresento então o primeiro dos bichinhos em causa:

 

O Qassam

 

Custa entre 600 a 800 euros a produzir. É muito fácil de construir, consiste num tubo metálico propulsionado por uma mistura de fertilizante e açúcar, com um alcance variável entre os 2 e os 25 km, carga explosiva de TNT e uma espoleta que pode ser um simples prego.

Como não é uma arma de precisão, para ter algum efeito destrutivo, terá de ser lançado para zonas com grande densidade de construção e população. O raio da explosão ronda os 5 metros.

Parece pouco? Sentem-se numa explanada no Chiado, por exemplo, e contem 5 metros para cada lado do sítio onde estão sentados. Sem nenhum sistema de alarme terão 30 segundos para se lembrarem de ir pagar a conta ao balcão ou o dia vai-vos correr mal.

 

122 mm GRAD

Mais caros, foram “importados” do Irão, cópias das versões chinesa e russa, com um raio de explosão até 100 metros, são lançados por tubos e têm um alcance até 45 km. Façam o mesmo exercício mas não se preocupem com a conta que o dono do café não ficará vivo para se queixar.

 

Para além disto, podem imaginar a carrinha da escola levar com um 9M133 Kornet, que se destina a destruir tanques de batalha. Como aconteceu em 2011 em Israel.

 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Algarve a 23.11.2012 às 21:09

Não á problema,os Israelitas teem misseis anti missil que custam 50 mil euros cada um para destruir os rockets.São judeus,teem dinheiro aos montes nem sabem onde o gastar,gastem em misseis.50 mil,mesmo assim são baratos,deviam custar 500 mil.Portugal tembem tem uns misseis pequenos que diziam que custava 3 mil contos cada um e que nós como país rico destruiamos em brincadeiras de guerra nos campos militares.Hoje deve ser igual,para essas brincadeiras á sempre milhões para derreter.Deviam denunciar os abusos nestes gastos que os militares fazem.
Sem imagem de perfil

De A Mim Me Parece a 24.11.2012 às 15:51

Olha, al(g)arve:
1."há", terceira pessoa do singular do presente do indicativo do verbo "haver", escreve-se assim, com "h" e acento agudo no "a", (não vás tu acentuar o "h", lol!);
2. "têm", terceira pessoa do plural do presente do indicativo do verbo "ter", escreve-se assim.
Não tens de quê.
Sem imagem de perfil

De a mi parece-me qués um bruto a 24.11.2012 às 23:55

na 1ª pessoa na 2ª na terceira

impessoalmente creio que o déficite mental patente em qualquer das tuas pessoas devia ser internado in ter nado foi o teu pecado...
Sem imagem de perfil

De quem não tem de quê devia tê-los... a 25.11.2012 às 00:00

mas é como o especialista nos Grads multiplex

um grad de 122 mm pode lançar estilhaços em 50 ou mesmo 80 metros

mas como bem o sabem os putos da jamba à volta da fogueira só matam nos 10 metros do impacto

e como muito preto perneta sabe

às vezes nem isso
Sem imagem de perfil

De tric a 24.11.2012 às 01:30

agora faça ai post sentimental para os Palestinianos... sobre a expulsão do povo palestiniano dos seus territórios...em jerusálem oriental vai ser contruido mais um colonato...engraço o termo colonatos...colonatos...sentimentalismo, com sentimentalismo se engana muita gente...lágrimas de corcodilo...mas enfim, nós portugueses já deviamos estar habituados à choradeira judaica...o Presidente Judeu de Portugal, Jorge Sampaio chorava tanto...e o resultado de tanto choro, foi o roubo de 300 toneladas de ouro dos portugueses...realmente este post...de tanto sentimentalismo, dá vontade chorar...os regimes que se mudaram por causa da estratégia do Judeus e Ocidente Judaico para atacar o Irão...o sangue que essa estratégia já derramou...mas enfim...as vitimas são os terroristas e os terroristas são a vitimas...mil vezes a destruição de Israel do que a destruição da aliançã Cristã-Alaoita...
Sem imagem de perfil

De tric a 24.11.2012 às 01:50

vocês judeus mataram 99% dos mortos resultantes do conflito, incluindo mulheres e crianças...e depois fazem post´s a dizer que os palestianos atiram indescriminadamente...vocês judeus tem uma lata!! ainda para mais foram vocês, os Judeus, que começaram...ao assassinarem um alto membro do Hamas...mas enfim...
.
"Para além disto, podem imaginar a carrinha da escola levar com um 9M133 Kornet, que se destina a destruir tanques de batalha. Como aconteceu em 2011 em Israel."
.
"The Mission found that, in the lead up to the Israeli military assault on Gaza, Israel imposed a blockade amounting to collective punishment and carried out a systematic policy of progressive isolation and deprivation of the Gaza Strip. During the military operation, houses, factories, wells, schools, hospitals, police stations and other public buildings were destroyed, with families, including the elderly and children, left living amid the rubble of their former dwellings long after the attacks ended, as no reconstruction has been possible due to the continuing blockade. Significant trauma, both immediate and long-term, has been suffered by the population of Gaza. More than 1400 people were killed. The Gaza military operations were directed by Israel at the people of Gaza as a whole, in furtherance of an overall policy aimed at punishing the Gaza population, and in a deliberate policy of disproportionate force aimed at the civilian population. The destruction of food supply installations, water sanitation systems, concrete factories and residential houses was the result of a deliberate and systematic policy to make the daily process of living, and dignified living, more difficult for the civilian population. Israeli forces also humiliated, dehumanized and carried out an assault on the dignity of the people in Gaza, through the use of human shields, unlawful detentions, unacceptable conditions of detention, the vandalizing of houses, the treatment of people when their houses were entered, graffiti on the walls, obscenities and racist slogans. The Israeli operations were carefully planned in all their phases as a deliberately disproportionate attack designed to punish, humiliate and terrorize a civilian population, radically diminish its local economic capacity both to work and to provide for itself, and to force upon it an ever increasing sense of dependency and vulnerability. Responsibility lies in the first place with those who designed, planned, ordered and oversaw the operations.
(...)
In one incident investigated, involving the deaths of at least 35 Palestinians, the Mission found that Israeli forces launched an attack which a reasonable commander would have expected to cause excessive loss of civilian life. By deliberately attacking police stations and killing large numbers of policemen, most of whom were civilian non-combatants, Israel violated international humanitarian law.

The Mission found that Israel used white phosphorous, flechettes and heavy metal weapons. The use of white phosphorous, flechettes and heavy metal (such as tungsten) is restricted or even prohibited in certain circumstances. Flechettes, as an area weapon, are particularly unsuitable for use in urban settings while the Mission is of the view that the use of white phosphorous as an obscurant should be banned. The Mission also investigated several incidents in which Israeli armed forces used local Palestinian residents as human shields.(...)"
.
http://jfjfp.com/?p=7657
Sem imagem de perfil

De mataram 99% dos mortos? a 25.11.2012 às 00:09

mas isto é a guerra dos mortos vivos?

israel é um dos colonatos eurropeus que falhou em eliminar os nativos

é como o méxico ou o sul dos estados unidos da Amerda


o Град é o orgão de estaline melhorado em rampa múltipla que equipou todos os sobas africanos desde siade barre dito mó amede...até mengistu hailé mariam ai maria

en angola et noutras guerras angolares uma chuva de 300 ou 500 grad's disparados a esmo nos recursos naturaes indestrutíveis matavam uma dúzia de unidades da unita e feriam dúzia e meia para morrerem mais tarde

um batalhão em 5 ou 6 colunas em marcha desde que ficasse colado no chão ficava fino

logo


de mau grad te digo

que o grad no chiado en dia de chuva matava menos que a carga policial fascista


The "Grad" Multiple Rocketeer mata mal e fere mil
Sem imagem de perfil

De tric a 25.11.2012 às 12:22

" mas isto é a guerra dos mortos vivos? "
.
é evidente que é ...se não conseguir vêr essa evidência eu faço-lhe um desenho...
Sem imagem de perfil

De Algarve a 24.11.2012 às 14:02

Esse Jorge Sampaio tambem ajudou a roubar 300 toneladas de ouro portugues para dar aos judeus?Devia explicar isso melhor,afinal se quem sabe dos assuntos não denuncia quando é que nós nos livramos dos corruptos em Portugal?
Sem imagem de perfil

De tric a 24.11.2012 às 15:21

não há nada a explicar...quando se vende 300 toneladas de ouro enquanto os Portugueses estão emotivamente e racionalmente focalizados em Timor-Leste...que melhor timming para roubar aos portugueses 300 toneladas de ouro...300 toneladas de ouro...sair de uma vez só metade do ouro de Portugal praticamente às escondidas...a Procuradoria Geral da Republica devia de abrir um processo de crime sobre o assunto...gestão danosa do ouro de Portugal que eu saiba é crime em Portugal ??? mas enfim...o Judeu Presidente, depois de ter apoiado o golpe a Judearia Internacional deu-lhe um Cargo Internacional, tal como ao Judeu que antes mandava no Banco de Portugal...em forma de agradecimento à causa judaica...vender metade do ouro de Portugal é algo que devia ter passado pelo Conselho de Estado...pela Assembleia da Republica...e talvez por um referendo...repare bem, metade do ouro foi vendido ao Fundo Monetário Internacional...quem perdeu com o negócio da venda de ouro entre o Estado de Portugal e o FMI/BM ? quem ??? os pareceres e tudo que está envolvido com a venda de 50% do ouro do Estado Português deviam ser entregues imediatamente na Policia Judiciaria e na Policia Militar, já que se trata de uma matéria que pode ser considerada de Traição à Pàtria...abuso de poder...gestão altamente danosa dos dinheiros do ouro de Portugal...
Sem imagem de perfil

De de mau grad te digo amigo a 25.11.2012 às 00:21

que traição à fatherland ou à salazarland

de 300 tones de gold minado por volfrâmios de morte


é lesa pátria de alguém

se o ouro dos brasis mandou o quinto dos infernos a muito puto peladão

as 300 de ouro da casa pia forneceram a muito puto educa a são sexual para singrar nos castro's desta vida
se eram castros das caldas mercúrio free ou carlos que castraram para nós tantos nos faz

desde que as 300 toneladas dessem gozo às gerações passadas as gerações futuras agradecem



mas isto é a guerra dos mortos vivos?

israel é um dos colonatos eurropeus que falhou em eliminar os nativos

é como o méxico ou o sul dos estados unidos da Amerda


o Град é o orgão de estaline melhorado em rampa múltipla que equipou todos os sobas africanos desde siade barre dito mó amede...até mengistu hailé mariam ai maria

en angola et noutras guerras angolares uma chuva de 300 ou 500 grad's disparados a esmo nos recursos naturaes indestrutíveis matavam uma dúzia de unidades da unita e feriam dúzia e meia para morrerem mais tarde

um batalhão em 5 ou 6 colunas em marcha desde que ficasse colado no chão ficava fino

logo


de mau grad te digo

que o grad no chiado en dia de chuva matava menos que a carga policial fascista


The "Grad" Multiple Rocketeer mata mal e fere mil
Sem imagem de perfil

De tric a 25.11.2012 às 03:14

" que traição à fatherland ou à salazarland "
.
nop, a D. Miguel I...de quem Salazar foi vassalo...
Sem imagem de perfil

De nope salazar não foi vassalo de mortos a 25.11.2012 às 03:45

nem de vivos

vassalo foi o general sem medo que se rendeu

vassalo foi o general com dono que se fodeu

do verbo fodere escavar....
Sem imagem de perfil

De tric a 25.11.2012 às 12:07

nop
.

a D. Miguel I...de quem Salazar foi vassalo...
Sem imagem de perfil

De nuno granja a 24.11.2012 às 01:34

Quem rouba terra recursos e dignidade em quantidades industriais, por muito maus que sejam as vitimas, está à espera de que?

Apesar de eu ser um direitolas empedernido, um anticomunista primário, um islamofobico e não ter grande simpatia pelo "mundo arabe", acho que Israel só colhe o que semeia.

Como desde a guerra dos 6 dias que as coisas vem a piorar e a ultima invasão do Libano ilustrou isso perfeitamente.

Pela demografia e odio acumulado do outro lado do muro, isto ainda vai acabar mal para os israelitas e ai vai ser muito feio.



Sem imagem de perfil

De A Mim Me Parece a 24.11.2012 às 16:18

Confessa-se um "direitolas empedernido", um "anticomunista primário", um "islamofóbico com pouca simpatia pelo mundo árabe" (lol!). Acha que os palestinianos são "muito maus" e detesta os judeus. De quem gosta você, Nuno Granja, para além do seu umbigo?
Sem imagem de perfil

De nuno granja a 24.11.2012 às 18:48

A Mim Me Parece

quando tiver nome de gente respondo
Sem imagem de perfil

De olha que um tipo que tem nome d'granja a 25.11.2012 às 00:29

a mim me parece que tem um nome de bosta como a bosta que enche a mioleira do a mim me parece

a mim me pá rece que deves ser o filho mental do vasco granja

koniek....

de mau grad te digo que um grad em cima da estatuária do chiado só matava 30 se acertasse no fernando pessoa

e só en dia de sol com os paquetes a atracarem no cais da estiva...

agora nem 10 españolitos matava

o MPLA gastou uns 30 milhões de barris de pitroil a amandar grad's e se matou 20 mil dos 200 mil que morreram com as minas já foi uma sorte
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 24.11.2012 às 21:54

Direitolas você não é.
Por isso é que escolhe recompensar o infractor.
Você é aliás uma prova que só demonstra como Israel deveria ter ficado no Sul do Líbano e em Gaza. Ocupações perfeitamente justificadas devido à ameaça.
Sem imagem de perfil

De devido à ameaça demográfica a 25.11.2012 às 00:34

devia neutrãonizar os 80 milhões de gípcios e os 60 milhões de iranianos

os milhões de sírios já não necessita que eles matam-se com ajuda do quatar e dos iraquianos sunitas
e dos tunisinos e dos nigerianos e dos etc..

2012 começou mais cedo que 1914...

e deve passar dos 2018 e a gripe española vai matar menos que a cólera em 2019

cada século tem as grandes guerras que merece

e as pequenas grandes guerras

Goma já caiu Idi Amin volta estás perdoado

podes comer os putos da casa pia todos cagente nem levanta o bico
Sem imagem de perfil

De nuno granja a 26.11.2012 às 08:31

Outro , este usa um nome de heroi de banda desenhada.

Quando tiver nome de gente respondo.

Sem imagem de perfil

De tric a 24.11.2012 às 16:07

uma foto que retrata bem este post...
.
www.facebook.com/photo.php?fbid=556875941006168&set=a.424039350956495.121590.422106757816421&type=1&theater
Sem imagem de perfil

De JAL a 25.11.2012 às 14:36

Fico à espera de um post sobre o armamento utilizado pos Israel para saber que se safa numa esplanada do Chiado.
Não há pachorra para a demagogia feita com a morte e a guerra, é preciso ser intelectualmente muito rasteirinho para se dedicar a brincadeiras deste tipo.
Espero sinceramente as suas melhoras.
Sem imagem de perfil

De D. J. a 27.11.2012 às 17:42

Então Israel deve deixar-se chacinar pelos terroristas, não? Israel tem toda a legitimidade para existir como Estado, desde logo por ser o Povo nativo. A Palestina é uma invenção dos terroristas. Ainda assim, os Árabes não querem a paz, por muita terra e acordos que se lhes proponham e ofereçam. Mas para os odiadores e os intoxicados da propaganda pró terrorismo, Israel será sempre o mau da fita.
Sem imagem de perfil

De Jorge Ventura a 25.11.2012 às 17:00

Momento Nuno Rogeiro que não adianta nem atrasa , mas ficámos a saber que o AAN percebe de material de guerra.Toda a gente pensava que "rocket" era inglês para "fisga" , estamos esclarecidos.
Sem imagem de perfil

De David Bloomfield a 27.11.2012 às 17:25

Faltam palavras para exprimir o nojo que sinto pelos bandalhos que aplaudem a chacina de israelitas e as acções dos terroristas do Hamas, que até o próprio povo massacram, e usam como escudos humanos. O anti-semitismo perdura, caldeado por séculos de Inquisição. Só que enquanto os cristãos já se actualizaram, a esquerdalhada persiste no ódio.

A quem queira saber o que é o terrorismo dos islamistas radicais aconselho os sites:

www.jihadwatch.org

www.thereligionofpeace.com

Para quem queira aprender o que é Israel sem ser pela Imprensa mainstream que é toda de esquerda:

http://www.wall-of-truth.org/

http://www.bluestarpr.com/
Sem imagem de perfil

De ManNextDoor a 28.11.2012 às 11:14

excerto de notícia na tvi24, de 19-11-2012:
"...Só no domingo, 31 palestinianos morreram na sequência de ataques israelitas, naquele que foi o dia mais mortífero da ofensiva israelita.

Desde o arranque, na quarta-feira, da ofensiva israelita contra Gaza, como «resposta» ao lançamento de foguetes pelo Hamas contra território de Israel, 84 pessoas morreram, incluindo 81 palestinianos, a maioria dos quais civis, e três israelitas.

Do lado israelita, pelo quarto dia consecutivo, soaram sirenes de alerta em Telavive, com a polícia a anunciar que dois rockets foram intercetados pelo sistema antimíssil «Iron Dome».

Pelo menos 846 rockets foram disparados desde quarta-feira contra Israel, dos quais 302 foram intercetados, segundo dados tornados públicos no domingo pelo exército israelita, que anunciou ter mobilizado milhares de reservistas e colocado veículos blindados junto à faixa de Gaza..."


excerto de notícia co Expresso, de 22-11-2012:
"...Durante os oito dias da operação militar "Pilar de Defesa" na Faixa de Gaza os militares israelitas atacaram 1500 alvos, tendo Israel sido atingido por 1506 rockets disparados a partir de território palestiniano.

Estes números foram hoje avançados pelo exército israelita, que garante ainda ter morto 30 altos dirigentes do Hamas, no poder na Faixa de Gaza, entre os quais Ahmed Yabari, chefe do braço armado do movimento islâmico.

O exército israelita diz ainda ter destruído centenas de locais subterrâneos usados para o lançamento de mísseis, 206 túneis utilizados por terroristas, dezenas de bases operativas do Hamas, 26 fábricas de armas e armazéns de munições, bem como dezenas de lançadores de mísseis de longo alcance.

No campo defensivo, o exército destacou o elevado grau de sucesso do seu sistema antimísseis "Iron Dome", que teve uma taxa de execução de 85%, ao alcançar 421 mísseis disparados contra território israelita.

Desde o início da ofensiva israelita, 116 palestinianos foram mortos em Gaza e 920 ficaram feridos, disseram fontes médicas. Três israelitas foram igualmente mortos em ataques com rockets dos grupos armados palestinianos contra cidades israelitas..."


Resumo: Temos então 1500 ataques para cada lado. Do lado palestiniano temos rockets Qassam, Grad 122mm e os mortíferos 9M133 Kornet... do lado israelita temos aviões tele-guiados, rockets guiados por lazer, imagens de Alta-definição em tempo real, etc.

Resultado: Israel: 116 vs Palestina: 3

Conclusão: Coitadinhos dos israelitas...


PS: Se calhar é melhor voltarem às fisgas e às pedras... sempre sai mais barato e o resultado deve ser mais ou menos o mesmo...

Comentar post