Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A comissão de trabalhadores da empresa que gere os aeroportos nacionais lembra, num comunicado, que a ANA “é uma empresa de direito privado desde 1998”, apesar de terem sido aplicados aos seus funcionários “todos os constrangimentos remuneratórios, reduções salariais, congelamento de progressões na carreira” da função pública por estar englobada no Sector Empresarial do Estado.