Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os socialistas e os juros da dívida

por João Ferreira do Amaral, em 17.01.13

A deriva monetarista do discurso de Hollande tem uma explicação simples: Os assessores fizeram-no compreender a correlação existente entre a subida dos juros da dívida soberana francesa e as calinadas que o presidente vinha proferindo.

Por cá, a correlação também existe. Cada vez que o Tozé fala, diminui a probabilidade dele poder vir a ser primeiro-ministro. Os mercados sossegam e os juros descem. É caso para pedir: Diga muitas coisas, senhor Seguro.

 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De O Soares está mal? a 19.01.2013 às 23:15

O Tozé anda com ela toda, agora que percebe que as contas estão mais equilibradas e que afinal a troika poderá sair mais cedo.
Como é uso dizer-se, já começa a ver a papinha feita.

Comentar post