Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




democracia, segundo Soares

por João Ferreira do Amaral, em 12.04.13

A minoria que se apoderou do país em 1910 estabeleceu um regime exclusivo para republicanos, restringindo parte das liberdades de que ela própria gozara durante a monarquia constitucional. À bandalheira seguiram-se 48 anos de partido único e de ditadura, só terminados em 1974.

Talvez apoiado numa Constituição que nos obriga a todos a caminhar para o socialismo, Mário Soares considera que só os socialistas têm legitimidade para liderar órgãos de poder político. Tal qual como Afonso Costa e Salazar em relação aos respectivos correligionários. Não há nada a fazer. Parece ser intrínseco aos republicanos.

O que já não pode ser tolerado no Estado de Direito do século XXI é este tipo de discurso com ameaças sicilianas. Mesmo tratando-se de uma afirmação cretina, espero que o Ministério Público esteja atento e actue se houver matéria criminal.

 


comentários

Sem imagem de perfil

De soares enterrou a república... a 13.04.2013 às 02:11

acho cu gajo é a morte viva em vez de morto-vivo

venerdì, 12 aprile 2013
E NO DIA TAL ÀS HORAS TANTAS A MORTE SAIU DA RUA E ENTROU EM CASA NUM DIA ASSIM NUMA CIDADE SEM NOME DE GENTE BRUTA E RUIM MAS DE BONS COSTUMES E DE AVENTAL E TAL DE MAGAREFE
Привіт
CANTA-SE A GENTE E A SI MESMO SE DESCOBRE
ACORDA EM VÓS OS MADRIGAIS QUE A TERRA COBRE

SÓ ARES DISSE ÀS GENTES O REGIME MORREU
SÓ ARES GRITOU CONTENTE O REGIME SOU EU
E ASSIM LÁ FORAM SEM AVENTAIS DE MAÇÕES
OU COM ELES DE SANGUE TINTOS JÁ NEM SEI
AFUNDARAM PAÇOS PERDIDOS AFOGARAM NAÇÕES
EM LEGIÕES DE BONS COSTUMES PELA SANTA GREI
EM PEQUENAS CORVEIAS E SEREIAS SEM LEI:)
поки що немає змоги показати вам нові роботи.
Щось із фотиком ;) ..
тому покажу листівочку,яку робила цього літ....
em cada onda se persegue o dia
cantam as marés ávidas de naufrágios
cantam os náufragos grávidos de maré
em corpos gordos cheios de maresia
inflados inchados mas vivos
apodrecendo em vida
vivendo nas nossas mortes
são as sortes
é o fado da dívida devida
mas tenho dúvidas dos abrigos
que na morte lenta se esvazia
entre bons con tratos e tratos de polé
soam vozes finas e foguetes com estágios
e em coreias várias como dantes soia
a tarantela ataranta-nos o euro esse vento de leste

Pubblicato da DOCTOR NO, NO, NO VIEGAS NO PLEASE- JUST SAY NO a 10:39 Nessun commento:
Invia tramite emailPostalo sul blogCondividi su TwitterCondividi su Facebook
Etichette: E ASSIM NOS VAMOS VIRTUALMENTE ENTRE LUTAS DE NAVALHAS E PEDRADAS NO CHARCO

Comentar post