Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




21 de Agosto de 1415 - O início da Grande Aventura

por João Ferreira do Amaral, em 21.08.13

 

Não sofre o peito forte, usado à guerra,
Não ter amigo já a quem faça dano;
E assim não tendo a quem vencer na terra,
Vai cometer as ondas do Oceano.
Este é o primeiro Rei que se desterra
Da Pátria, por fazer que o Africano
Conheça, pelas armas, quanto excede
A lei de Cristo à lei de Mafamede.

 

Eis mil nadantes aves pelo argento
Da furiosa Tethys inquieta
Abrindo as pandas asas vão ao vento,
Para onde Alcides pôs a extrema meta.
O monte Abila e o nobre fundamento
De Ceita toma, e o torpe Mahometa
Deita fora, e segura toda Espanha
Da Juliana, má, e desleal manha.

 

Luís Vaz de Camões

Os Lusíadas – Canto IV, est. 48 e 49

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)