Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Não percebo

por Sofia Bragança Buchholz, em 29.10.13

Assunção Cristas não quer portugueses com mais de dois cães por apartamento. Já o urso do marido, a burra da mulher, a porca da sogra, os galináceos dos filhos e as galinhas das filhas são permitidos.

Tags:


comentários

Sem imagem de perfil

De Textículos a 29.10.2013 às 16:20

E lontras? http://www.youtube.com/watch?v=hA6Yl1QPGJY
Sem imagem de perfil

De IRRITADO a 29.10.2013 às 16:24

Eu percebo que essa "avantajada inteligência" se deve referir á AR.

Com efeito, segundo o jornal Público quer fixar o limite em dois cães e em quatro gatos, mas existem excepções, já que os detentores de raças nacionais puras registadas podem até dez animais nos prédios rústicos ou mistos.

Nessa senda, proponho que os "cães danosos" na AR sejam limitados a 50.
A vantagem é dupla: serão somente 50 a "morderem" e pouparão os contribuintes na "comida" desses "cães".
Imagem de perfil

De Luis Moreira a 29.10.2013 às 20:53

ehehe, mazinha, Sofia mas com razão...
Sem imagem de perfil

De Joaquim Amado Lopes a 30.10.2013 às 15:35

Só para confirmar, estamos a falar do "Governo mais liberal de sempre", certo?

"Já o futuro diploma "é uma lei forte: basta haver uma queixa para a respectiva câmara ter o dever de retirar do apartamento os animais em excesso", independentemente dos incómodos que eles causem ou não à vizinhança."
Os ministros do CDS continuam em boa forma para bater os limites de estúpidez estabelecidos pelos (des)governos de José Sócrates.
Compreende-se que Pedro Passos Coelho não lhes mostre a porta. Afinal, o PSD só pode ganhar com a comparação.

Comentar post