Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




...

por Rodrigo Moita de Deus, em 17.09.15

Digam o que disserem as sondagens. Mais para cima, mais para baixo. Este foi o governo da troika, do aumento brutal de impostos, do Gaspar, das greves, da maior manifestação da nossa história, do irrevogável, das moções de censura e dos cortes históricos nas pensões e nos orçamentos da administração pública. Este é o governo das privatizações e de mais greves e de mais privatizações. Este é o governo humpty dumpty. Em que só Passos e Cavaco acreditavam numa legislatura completa. Em circunstâncias normais estaríamos a discutir o tamanho da maioria absoluta do Partido Socialista. Em vez disso as eleições estão renhidas. Aconteça o que acontecer, mesmo que ganhe, António Costa perde sempre.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De queima beatas a 17.09.2015 às 19:17

Retrato em 3 passarinhos:

1-Costa não sabe do que fala e não fala do que sabe; 2-Faz-me lembrar algumas mais atrevidas de uma certa classe profissional que chamam ás outras antes que lhe chamem a elas;
3- Confiar neste dito Partido Socialista seria mais uma aproximação fatal a novo suicídio colectivo .

Para concluir substituindo-me a profissionais da comunicação, lembro que Costa achava muita curta, face ao desgaste do actual governo, a vantagem de Seguro nas sondagens como nas europeias e correu com ele. Agora perante uma vitória da bondade e uma derrota sem espinhas que até os mais envergonhados seguidores tem dificuldade em engolir está aí para ficar. Esperemos que no 4 de Outubro se vergue definitivamente e vá fazer a tal travessia.

Comentar post