Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




...

por Rodrigo Moita de Deus, em 18.12.17

Catarina Martins diz que caso Raríssimas mostra «enorme confusão» entre políticos e IPSS

Catarina Martins tem toda a razão. Era só mais o que faltava ter políticos como voluntários em organizações não governamentais. Ou a participar em causas de serviço público. Ou a emprestar os seus conhecimentos a instituições. Os políticos servem para estar no parlamento. 


comentários

Sem imagem de perfil

De Eduardo a 19.12.2017 às 08:03

... e será que os políticos não podem passear até ao Brasil ou até à Noruega com as donas dessas raríssimas ipss?
... Olha, 31, a ética republicana do partido da sucata -PS- continua a permitir essas mixórdias aos seus sócios e simpatizantes
... o tão badalado "assédio sexual" não se aplica àquela gente, estão isentos.
Se também queres beneficiar dessa isenção passa pelo Largo do Rato e inscreve-te.
Neste caso até a katrina e o Jirónimo não te chateiam com essas mixoriquisses burguesas ó capitalistas

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds