Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




31 Serviço Público

por 31, em 27.09.07

A pedido de várias famílias: hoje somos todos Santanetes.

 

 

"Acho que o país está doido"


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Luís Gomes a 27.09.2007 às 20:25

não me identifico com a maneira de estar na politica do doutor Pedro Santana Lopes, nem de longe nem de perto. contudo, reconheço nele uma pessoa frontal e sem papas na lingua.
ontem dia 26/9/2007, ensinou um canal de televisão a saber respeitar quem convida para sua casa.
que triste País de heróicos analfabetos, na cama fazemos netos porque os filhos não são nossos, etc.,etc., onde já não se respeita ninguem.
apenas pela chegada de um treinador de futebol ao aeroporto da portela e, para se houvirem as mesmas banalidades, já mais que repetidas, se corta a palavra a quem foi convidado para o programa que estava no ar na altura, mesmo que fosse também para dizer somente banalidades. (Um convidado de honra è um amigp por excelência).
Enfim, já nada me sorpreende nas televisões que temos, que só servem os interesses dos mesmos do costume.
enaltece-se o superfulo, o mediatismo das Kakas, Kekas, kikas, kokas e kukas,etc.. muitas que andam por aí subindo na horizontal num qualquer gabinete privado, a fim de adquerirem o estatuto de figuras publicas. È mais interessante o Claudio Ramos e seus pares comentarem os casos que a Elsa Raposo tem, os namoros da Cinha Jardim, as trancadas que o Cristiano Ronaldo dá lá para as terras de sua mejestade,ou as quecas do José castelo Branco. Isso sim´`e fazer televisão.
SE me é premitido, vou passar na integra um artigo que escrevi noutro blogs, para que se possa compeender como as mesmas funcionam, (isto para quem não souber, como é evidente):

Caro senhor:
estou plenemente de acordo consigo há cerca das televisões e do conteúdo que as mesmas dão massivamente.
È um facto que quando se trata de futebol a pouca vergonha do tempo que perdem com coisas de importância menor, faz-me lembrar uma quadra cantada muitas vezes em tertúlias clandestinas no tempo da outra senhora.
TOURADAS E PROSSICÕES
FÁTIMA FADOS E BOLA,
SÃO AS ÚNICAS DISTRACÇÕES
DE UM POVO QUE PEDE ESMOLA.

Eviei um artigo para as televisões a descrever um caso do qual fui protagunista com outros companheiros de bastante interece para quem se intereça pela história mais recente. Nunca ninguem me deu resposta. As outras enfim, são privadas, apesar de prestarem um mau serviço, agora a publica! a Estatal, que todos nós contribuimos para os milhões aplicados em coisas superfulas, só por causa da guerra das audiências? Mas factos são factos, as televisões fazem parte de Lóbis que se fecham entre si. Só tem acesso a esses órgãos de comunicação os que já lá estão enfiados, os seus filhos, afilhados, amigos etc. e tal. mais ninguem tem chances, são sempre os mesmos, "salvo raras excepções".
Agora um caso gritante:
No passado dia 21 do corrente mês no programa da Fátima Lopes, que por sinal tem o seu nome, cujo a pretenção era ser uma OPRAH WINFREY, (pezunsão e àgua benta cada um toma a que quer), a mesma esteve largo tempo a receber aplausos pelo lançamento do seu novo livro! Muito bem, não tenho nada contra a Senhora, antes pelo contrário, até a acho simpática, mas será que os outros que escrevem ou querem tal como ela eniciarem-se na escrita têm a mesma igualdade de direitos? um canal á sua disposição, para receberem tamanha publicidade?
no programa da tarde, de seu nome contacto, que fica numa parte do estúdio mesmo ao lado onde se realiza o programa Fátima, feito na mesma casa e pela mesma equipa, lá estava a pobre da fátima novamente, agora como convidada para falar do seu livro.
então aí a casa veio mesmo abaixo. os figurantes de pé aplaudiram-na minutos sem conta, mesmo sem terem lido o livro como é evidente, tinha acabado de ser lançado. È obvio que por de trás das cãmaras, está um Senhor que se chama assistente de realização, que manda bater palmas, ou parar, fazer rir ou fazer macacadas, pois esses mesmos figurantes, (onde alguns nem conhecem a liungua de Camões), são pagos para isso mesmo, enquanto passava um documentário com figuras publicas a emitirem a sua opinião positiva á cerca do referido livro, figuras essas que também precisam das televisões e, nelas se movimentam como peixe em água.(são sempre os mesmos do costume).
Nota: por falta de caracteres, interrompo por aqui e tremino já a seguir. -continua...
Sem imagem de perfil

De Luís gomes a 27.09.2007 às 20:37

A senhora que faz tanta questão de demonstrar vezes sem conta a sua bondade e sentido de solidariedade para com o proximo, podia dispensar tal feito pela entidade patronal, nunca deveria aceitar tamanho favor, tamanha ajuda, pois´á partida, parte com vantagem enorme em relacção a quem escreve. Com tal publicidade o livro está vendido, não para os intelectuais, mas para aqueles que vêem o programa, o povo anónimo, credulo que vê na senhora uma heroina.
È este o País que temos, de padrinhos e compadres. O País de chicos espertos onde meia duzia tem acesso ao que a maioria deveria ter. E assim se fez Abril.
Aja paciência. segura-te Itélvina que já vamos a 30.
Luís gomes
Santarém

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds