Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A vida dos outros

por Francisco Mendes da Silva, em 28.09.07

O choro da selecção nacional de rugby ao som do hino foi motivo para uma inaudita mas assinalável querela ideológica. Onde uns viram bravura e fervor patriótico, outros viram o nacionalismo bacoco de meninos bem nascidos. Confesso que não vi nem uma coisa nem outra. Aquela emoção pode sobressaltar qualquer um e é independente dos apelidos e do respeito pelos símbolos nacionais. É a emoção de quem vive um momento com que sonhou mas em que nunca verdadeiramente acreditou, num assomo tardio da infância. Nas vidas dos outros, quer as da realidade, quer as contadas na arte, sempre me interessaram mais as pequenas do que as grandes narrativas.    


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.09.2007 às 11:06

Nem mais Francisco.

Há é a mania de procurar explicações políticas e sócio-economicas para as coisas mais simples.

Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De João Monge a 28.09.2007 às 12:07

Não é a vida dos outros, mas sim a sua idade
Sem imagem de perfil

De David Silva a 28.09.2007 às 12:18

E faltou verem fotogenia. Isto de estar à frente das câmeras tem que se lhe diga!

Comentar post