Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A realidade é tramada. Ela própria pode ser uma simulação

por Augusto Moita de Deus, em 29.06.18

bracket3.jpgas.jpg

Tal como no Europeu, há um lado do bracket que aparenta ser mais fácil. Os espanhóis estão aliás radiantes. Trata-se neste caso, ironicamente, do "ramo europeu" (está lá a Colômbia, mas vamos fingir que é a Polónia). Só que desta vez Portugal não está "nesse" lado. E de quem é a culpa? Nossa, não! A culpa é do árbitro e do video-árbitro!! O Cedric não fez penalti!!! 

 

Aparenta ser mais fácil. A Bélgica lutou para ganhar o seu jogo com a Inglaterra e assim acabou por ficar nesse lado do bracket, quando podia ter meramente empatado, o que a levaria a um trajecto supostamente mais fácil. Deve ter sido engano do treinador belga.

 

Dessa forma, Portugal ficou no "ramo mundial", que aparenta ser o mais difícil. E as dificuldades são em crescendo. Se ultrapassar o Uruguai e depois a Argentina ou a França (qual deles o "melhor" embate), não se espera que Portugal vá defrontar o Japão...

 

Em suma, eu tinha razão, só que ao contrário, nesta questão de Portugal aterrar num bracket previsivelmente mais fácil. Enfim, estou aborrecido com a realidade. A realidade é tramada. A realidade persiste em contrariar as previsões feitas acerca dela. E a questão fulcral é que a própria realidade talvez seja uma simulação.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.06.2018 às 23:35

Disseram-me agora que Ronaldo perdeu.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.07.2018 às 00:40

Ronaldo quando perde... nunca perde. Digamos que a slot machine tende a mingar alguma 'coisinha'...

Comentar post