Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Diferenças parlamentares

por José Maria Barcia, em 30.03.15

A Câmara dos Comuns do Reino Unido é o melhor parlamento europeu. Desde debates com humor inglês, troca de bocas que não resvalam no insulto básico e falta de computadores para todos os deputados, é um prazer assisir aos debates.

 

A BBC fez um apanhado dos últimos cinco anos no Parlamento e o nível está à vista:

 

 

Entretanto, na Assembleia da Republica portuguesa, ministros fazem cornos:

 

 

José Eduardo Martins (PSD) manda um colega do PS para o caralho e ameaça outro de "vamos lá fora resolver isso":

 

 

E certos assessores têm fetiches com o hemiciclo.

(não há foto, mas video há. é coisa para o pedir)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De dario a 30.03.2015 às 16:51

É a ordinarice portuguesa, com certeza, é a ordinarice portuguesa!
Sem imagem de perfil

De CGS a 30.03.2015 às 18:22

É a ordinarice de uma sub-espécie que já devia ter sido dizimada há muito tempo!!!
Sem imagem de perfil

De no tempo do eça era à bengalada a 30.03.2015 às 21:49

sempre fica mais económico assis

quisso de indenizar marinheiro só phode né....

ide dar 100 mil ó Paulo Pedroso qu'ele merece p'los agravos a que foi sumetido nesse troço par lamentar
Sem imagem de perfil

De mim ispilica seu Bar cio ... a 30.03.2015 às 22:03

TODO O HOMO POLITICUS É ANIMADO POR IMPULSOS OU PULSÕES BÁSICAS QUE SÃO SUBLIMADAS NA DIALÉTICA POLITIQUEIRA....ASSIS OU ASSAD A FOME A FUGA A LUTA A REPRODUÇÃO E UMA OUTRA PULSÃO SEXUAL OU NÃO SÃO SATISFEITAS PELO DISCURSO AO INVÉS DE SEREM SATISFEITAS PELO ACTO ...E ASSIM NESSAS COMPETIÇÕES SEXUAIS UNS USAM UM FINO DISCURSO REPLETO DE SARCASMO E IRONIA E SABE-SE LÁ DO QUE MAIS PARA MONTAR O ADVERSÁRIO POLÍTICO

E OUTROS SÃO MAIS LITERAIS...É UM EXERCÍCIO SEXUAL QUE GASTA MUITAS CALORIAS PARA DESTRUIR UM ADVERSÁRIO LOGO QUANTAS MAIS POUPAR MAIS ENGORDA ...O QUE EM POLÍTICA É SEMPRE BOM DÁ ANOS DE VIDA

TIVESSEM O SEVINATE PINTO E O BORGES OS QUILOS DO BERNARDINO SOARES OU DOUTRO SOARES QUALQUER DURAVAM ATÉ DEPOIS DO MANEL DA OLIVEIRA BATER AS BOTAS AXIM,,,,logo mandar o gajo levar no viegas é muito mais darwiniano do que dar-lhe as 50 sombras de grey e dizer-lhe leia e pratique...

bar é uma medida de pressión política .....pascal ficava mió ...
Sem imagem de perfil

De usar eufemismos faz favor a 30.03.2015 às 22:10

manda o colega? cá um da minha famelga dezia que quem chamava colega eram as meninas que ...as barregãs ...e os professores...e ao que parece os deputados

de....pois repare-se que entre as 1ªs e os últimos há mais afinidades verbais

manda o colega para o pau para a rola para o coiso para o carvalho ou para o carago inda vá agora meter o nome do mangalho não lembra ó diancho

o camarada inda num é deputado né ...e p'lo andar da carruage só lá chega quando o filho do Relvas for ministro ...logo aguenta aguenta a language
Sem imagem de perfil

De TOdo o homo politicus gosta de pau a 30.03.2015 às 22:28

JÁ OS PAJÉS BRASILEIROS SE ENSABOAVAM COM O PAU-BRASIL TODO O Homo politicus GOSTA DE PAU....DENTRO DOS RITOS E BY GEORGE RITTOS CORPORAIS A HIGIENE É UMA CARACTERÍSTICA FUNDAMENTAL DE TODO O POLÍTICO COM SUCESSO ,,,OS POLÍTICOS GAULESES FORAM DOS PRIMEIROS A ENSABOAR-SE E ATÉ OS ROMANOS COMEÇAREM A FAZER O MESMO NUNCA SE VIRAM GREGOS...
TODO O HOMO POLITICUS É ANIMADO POR IMPULSOS OU PULSÕES BÁSIcus O XÁ DA PÉRSIA COMIA COM OS DEDOS O ARRIVISTA NAPOLEÓNICO NAPO III PEDE-LHE PARA SE SERVIR DOS GARFOS D'OIRO E O XÁ RESPONDE ...NÃO SABE O PRAZER QUE PERDE

mete as mãos na massa pá
Sem imagem de perfil

De OrdinariceAlbina a 30.03.2015 às 23:22

Ordinário mesmo é o português suave que muitos dos novos deputados usam. É com cada pontapé na gramática que até doi. Ai dói doi. Doì.
Sem imagem de perfil

De ó filha o que dói mai é falta d'mensonge a 30.03.2015 às 23:58

ou de massage ...
Sem imagem de perfil

De José José a 30.03.2015 às 23:29

E as intervenções de quem não sabe expor uma merda de um pensamento sem ser aos gritos histéricos...
Sem imagem de perfil

De NESCIUNT ERGO HOMINES QUID VELINT ..GRI a 30.03.2015 às 23:56

TARE OU GRELARE
Moralists and prostitutes e outros devassos muito lassos com os abraços, even prior to DEMOKRITUS DE ABDERA OU OUTRO DA GAMA Montaigne, pointed out that the newborn infant is old enough to die....E ÀS VEZES MORRE ATÉ ANTES DE NASCER ...OU DURANTE ESTRANGULADO PELA CORDA VITAL....UMBILICAL ....OU OS HOI POLLOI DE SIRACUSA PORQUE NOS MATAM ...PORQUE PODEMOS .... There is in the most confident metaphysical NOT PHYSICAL construct, in the most affirmative work of art a memento mori MUITO GOSTA ESTE GAJO DE LAMBER AS LÍNGUAS MORTAS, a labour, implicit or explicit, to hold at bay the seepage of fatal time, of entropy ......VÁ LÁ METEU TERMODINÂMICA SÓ QUE OS SERES VIVOS CONTRARIAM A ENTROPIA VIA COMPARTIMENTAÇÃO DOS PROCESSOS into each and every living form. It is from this wrestling match...OF WORDS that philosophic discourse and the generation of art derive their informing stress LIKE A DAMSEL IN DISTRESS , the unresolved tautness of which logic and beauty are formal modes...PEDANTISMO PIROSO NÉ . The cry 'the great god Pan is dead' haunts even those societies with which we associate, perhaps too conventionally, the gusto of optimism.....TERROR PÂNICO OU PANICUS ...

Nevertheless, there is, I think, in the climate? of spirit at the end of the twentieth OR XIX OR III OR IV B.C. century, a core-tiredness. The inward chronometry, the contracts with time which so largely determine our consciousness, point to late afternoon in ways that are ontological - this is to say, of the essence, of the fabric of being. We are, or feel ourselves to be, latecomers. The dishes are being cleared. 'Time, ladies and gents, time.' Such apprehension is the more compelling because it runs counter to the fact that, in the developed economies, individual life spans and expectancies are increasing. Yet the shadows lengthen. We seem to bend earthward and towards night as do plants.

A thirst for explanation, for causality, inhabits our nature. We do want to know: why? What conceivable hypothesis can elucidate a phenomenology, a structure of felt experience, as diffuse, as manifold in its expressions, as that of 'terminality'? Are such questions worth asking seriously, or do they merely invite vacuous high gossip? I am not certain.

Inhumanity is, so far as we have historical evidence, perennial. There have been no utopias, no communities of justice or forgiveness. Our current alarms THE FEAR SELLS - at the violence in our streets, at the famines in the so-called Third World, at regressions into barbaric ethnic conflicts LIKE VIETNAME AND NICARAGUA UND SO WEITER IRAK I RUN , at the possibility of pandemic disease THAT NEVER KILLS ALL THE CONSUMERS OF THE MEDICINAL CORNUCOPIA VON PHARMOCOPEIA - must be seen against the background of an exceptional moment. Roughly from the time of Waterloo .....TIRANDO 1848 E 1870 E 1871 E NA ITÁLIA DE 1815 A 1866 ...MAIS COISA MENOS COISA to that of the massacres on the western front in 1915-16, SOME European RULE BRITANNIA..... bourgeoisie experienced a privileged season DURING ALL CRIMEAN WARS , an armistice with history WITH CIVIL UND UNCIVIL WARS ALL AROUND CUM ABRILADAS DE TUTTI TYPO SAHIB E GUERRAS DE SUCESSÃO E RARAMENTE DE SECESSÃO AO ESTILO BALCÂNICO ....LIBERTEM A VALÁQUIA Ó INFIÉIS DÁ PRÓS DOIS LADOS .... Underwritten by the exploitation of industrial labour at home and colonial rule abroad, Europeans knew a century of progress....OF HIGH CARBON CONTENT IN THE WINTER OF SULPHURIC COAL of liberal dispensations, of reasonable hope. It is in the afterglow, no doubt idealized, of this exceptional calendar - note the constant comparison of the years prior to August 1914 with a 'long summer' WITH WHITE NIGHTS IN 1907 AND A SMALL DEFEAT IN RUSSIAN TIMES BY THE MIKADO ....AND COMMUNARDS AND SEVERAL REBELIONS SINCE THE PETERLOO MASSACRE ... - that SOME suffer OR Your present discomforts.
Advertisement....??? QUID EST SAPIENTIA ...SEMPER IDEM VELLE ATQUE IDEM NOLLE

: for the whole of Europe and Russia, this century WITH ONLY 80 YEARS became a time out of hell..... VIVIA-SE MELHOR E MORRIA-SE MENOS NO SÉCULO XV QUE TINHA MENOS PESSOAL A ATRAVANCÁ-LO Historians estimate at more than seventy million the number of men, women and children AND OLD FARTS done to death by THE FOUR HORSEMEN OR NORSEMEN
Sem imagem de perfil

De Ja foste a 31.03.2015 às 12:10

Por vezes acho que quem comenta aqui neste blogo parece falar uma especie de dialecto das cavernas. Nada se entende e nada se aprende.
Sem imagem de perfil

De O GAMA DA GAMA BACIO NADA APRENDE a 31.03.2015 às 19:43

E NUNCA SE RENDE ...

POR EXEMPLO O INCOMPREENSÍVEL SAMPAIO PERORAVA NA RADIOTELEVISÃO

NAZIONAL NOSSA FAZIA UM EXÓRDIO (INTRODUÇÃO) MUY SIMILAR À EXPOSIÇÃO

NINGUÉM PERCEBIA MUITO BEM O QUE ELE TINHA DITO ....EXCEPTO OS FIÉIS E

OS APÓSTOLOS QUE EM REVOADAS SE FIXARAM EM TODAS

AS CÂMARAS ALENTEJANAS E MAIS ALÉM....ASSIS OU ASSAD SÓ

É COMPREENSÍVEL O DISCURSO DE QUEM APARECE NOS DITOS ESPAÇOS

MEDIÁTICOS OU FAZ ROTEIROS MUITO LAMPEIROS

E MESMO ESSA IMORTALIDADE DO DISCURSO NÃO DURA MUITO

O NOME FEITO NA TV JÁ SE VÊ NÃO PERDURA NA DITAMOLE QUE SE SEGUE

À DITADURA ...DAÍ DO ZIP-ZIP AO 1,2,3 CAI UM NA CRUZ TALVEZ...

POR EXEMPLO NOS ANOS 80 ...88 OU 89 OU ANTES RECORTEI

UM ARTIGO SOBRE UCRONIAS NO JORNAL O DIABO DA AUTORIA DUM TAL

NUNO ROGEIRO ...UM GAJO QUE NINGUÉM CONHECIA POIS NÃO APARECIA

NA TELEVISÃO COM DOIS CANAIS MAIS O TAL CANAL

E OCASIONALMENTE MAIS UNS ESPANHÓIS E O MARROQUINO DO BARLAVENTO

ERA UM ARTIGO BANAL SOBRE AS MÚLTIPLAS RAMIFICAÇÕES DO TEMPO

UM TEMA COMUM NA FICÇÃO CIENTÍFICA MAS RARAMENTE ABORDADO

NOUTRAS FORMAS DE COMUNICAÇÃO SONORA OU VISUAL

OU MESMO TÁCTIL

NEM REPAREI NO NOME DO GAJO OU SE ESCREVIA BEM OU MAL

EM 1991 COM A GUERRA DO BUSH VON GOT PATER FAMIGLIAS

NUNO ROGEIRO E UM CRISTÃO COPTA DE NOMINE ADEL SIDARUS

E UM ORELHUDO DA RTP1 GANHARAM NOME E PRESTÍGIO LITERATO

E ATÉ UM STATUS PROVISÓRIO POR APARECEREM NA REPETITIVA RUBRICA

"LÁ VAI SCUD....

LOGO O PRESTÍGIO LITERATO DE TODAS AS MOITAS DE DEUS

É EFÉMERO.....

E DEVE ESCREVER-SE ...NESTE BLOUKO NULO...NUM PULO

SE ENTENDE O NADA

E O NADA SE APRENDE ......

NUMA BRAÇADA

NO NADA SE NADA

E O NADA NUNCA SE RENDE...

POIS O NADA AO NADA NADA PRENDE....

nã sey se precebeste ó perceve mas aposto qui não anão...

Comentar post