Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




E o fiscal de linha?

por Augusto Moita de Deus, em 18.04.19

Ah, um traste


comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.05.2019 às 08:38

Populismos, sim….. A farsa do 25 Abril é que não!
Digo e afirmo isto porquê?
Sou inserido no ilícito despedimento coletivo do Casino Estoril em 2010, a inspeção da ACT é só fachada, a segurança social monta o seu gabinete no Casino, para facilitar os despedimentos. Estou desempregado com direito ao fundo de desemprego, após a sua duração requeri o subsequente, qual o espanto foi indeferido porque a minha mulher recebia de subsídio de almoço superior ao da função pública, pela diferença 10 cêntimos. Revolta sim!
Reclamei através do site do Governo ao Ministro do trabalho, porque pela segurança social não tinha qualquer possibilidade até pelas várias tentativas não conseguidas. Enfim consegui através do Sr. Ministro do trabalho que compreendeu a situação. Revolta sim!
No final do subsequente, pedi uma assistente porque não conseguia trabalho para ser inserido no rendimento mínimo, visto que assim ainda conseguia pelo menos ter um teto, mas não como tinha uma casa sou considerado rico, é aqui que entra a revolta. Revolta sim!
A segurança social desperdiça e esbanja dinheiro em etnias que nunca nem nada faz por este país, eu que trabalho fui despedido injustamente, porque justiça também não há não tenho direito ao rendimento mínimo e depois ainda lançam o medo da reforma aos 69 anos, não contabilizando os que morrem sem chegar á dita reforma e depois dos que entram e não gozam nem metade dessa reforma. Revolta sim!
Agora falando de justiça, na defesa do despedimento coletivo do Casino Estoril de 2010, em que certos partidos políticos que diziam nós estamos a acompanhar o vosso caso e que o sindicato delegando um advogado limpa as mão como Pilatos. Revoltado sim!
O sindicalista que nos defendia, negociou com o Casino recebendo pelo que dizem uma indemnização choruda, com emprego na camara de cascais, mais sorte que todos os 112 despedidos. Revoltado sim!
O advogado o Dr. Camacho, que em 2011 abriu o maior gabinete de advocacia no Montijo, teve o seguinte comportamento.
Nas 3 providências cautelares não cumpriu com os prazos indeferindo as decisões e numa delas nem nos deixaram entrar na sala de audiências.
Na ação principal de 2011 a 2017 as audiência que tivemos este Sr. Dr. Camacho pouco ou nada disse, simplesmente desfolhava papéis, com isto e com mais uma decisão desfavorável, partimos para o tribunal da relação. Revoltado sim!
Mais uma vez o Sr. Dr. Camacho, volta ao passado não cumprindo com os prazos do tribunal e desta forma elimina de vez a possibilidade de termos uma defesa que fosse justa pela verdade. Revoltado sim!
Fizemos queixa na Ordem dos Advogados, participamos ao seguro da Ordem pelo comportamento e falta de ética profissional do seu associado.
Mas com a revolta que tenho já nada surpreende, a Ordem nada faz e a companhia de seguros, de um ano descarta-se com a hipótese se tivesse ido para a frente se o tribunal nos dava razão, em vez de condenar o comportamento de um Sr. a quem nós confiamos, que tramou a vida de dezenas de pessoas. Revoltado sim!

País de 3º Mundo
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.05.2019 às 00:57

Estou em sintonia consigo, caro 'Anónimo'. É por demais evidente que Portugal, o tal país do 'povo manso', não é para levar a sério.

Veja o episódio da lei dos professores. Foi uma peça de teatro de máquaidade, como disse o sr. Rio (que se esqueceu de referir que ele também foi figurante, com prestação amadoríssima...).

E assim vamos, à espera da próxima visita dos senhores da mala preta...

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.






subscrever feeds