Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




e pode pagar em ações do BCP?

por Rodrigo Moita de Deus, em 31.01.14

Berardo interessado nas obras de Miró do ex-BPN que vão a leilão em Londres

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De COM TODO O RESPEITO a 31.01.2014 às 19:21

Diz que não.
Que servem de garantia a certos débitos?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.01.2014 às 20:13

VAI PRÓ CARALHO, MOITA DE DEUS! Melhorou?
Sem imagem de perfil

De COM TODO O RESPEITO a 01.02.2014 às 14:43

É UM FACTO: os da "etnia" têm olho pro negócio :)
Sem imagem de perfil

De ÓFACHAVOR a 02.02.2014 às 13:21

Eu cá diria que esses tais da "etnia, mais do que olho têm "dedo" para o negócio.
E como, por estas bandas, parece haver muitos ceguetas que gostam que lhes enfiem o "dedo" no "olho" (então quando é um "dedo étnico" parece que perdem completamente o tino) só posso dizer que tudo está bem quando acaba bem e viveram felizes para sempre.
Coisas da vida, enfim...
Sem imagem de perfil

De Ou então a 02.02.2014 às 10:46

Ou não é parvo nenhum, para quem desconhece, o Joe era amigo de Oliveira e Costa na altura em que este estava à frente do BPN e era o principal interessado na aquisição do tesouro BPN, seja,a colecção "egípcia" e a colecção "miró". Oliveira e Costa colocou o amigo em segundo lugar, o tesouro "desaparece" não se sabe para onde, é criado um buraco BPN sem justificação nenhuma uma vez que o seu valor dava perfeitamente para cobrir as trapalhadas. Quais activos extravagantes? A colecção foi avaliada em 2008 pela Christie's em cerca de 200 milhões para cima, basta pesquisar e procurar as notícias dos pasquins. 200 milhões de euros são um activo extravagante? Os portugueses têm memória curta. Mas o Berardo não tem. Quis comprar a colecção ao amigo mas este preferiu usá-la para as suas engenharias financeiras. Berardo desconfia de certeza que não existem 85 Mirós em leilão e manifesta o seu interesse para ver se eles aparecem. E nos leilões, senhores, sobretudo na Christie's, há muita encenação. Quem ainda não percebeu que tudo isto é uma teatrada desde o dia em que a Parvalorem anunciou a venda dos Mirós, não acompanha com atenção o que tem sido divulgado nem se dá conta da quantidade de incoerências que andam a espalhar desde que rebentou o caso BPN.

Comentar post