Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Efeito bitaite

por Augusto Moita de Deus, em 06.08.18

Adoramos dar palpites sobre assuntos, mesmo que não os dominemos. (Algo muito comum nas redes sociais e nos blogs). Os incêndios. O futebol. O papel do mar no desenvolvimento do país. Temos em português um termo bem castiço para isso: o bitaite. Descobri recentemente que afinal o bitaite foi estudado num contexto mais geral em psicologia, onde tem um nome mais pomposo: efeito Dunning-Kruger

 

Podia pôr-me aqui a descrevê-lo, mas isso apenas serviria para o confirmar ainda mais. Sendo assim, deixo aqui este video que explica esse efeito, do qual todos padecemos em menor ou maior grau, e que indica duas medidas para o contrariar, uma das quais sendo a aprendizagem contínua -e perdoem-me o spoiler, mas espero que agora queiram mesmo saber qual é a outra. Temos de nos documentar, que nos cultivar. Não é bitaite afirmar que a educação permanente, ao longo da vida, é fundamental para todos os cidadãos.

 

Em suma: só sei que nada sei. Mas... mandar bitaites é sempre mau? Não necessariamente. Porquê? Não sei ao certo, mas soa-me bem.

Autoria e outros dados (tags, etc)